Caetano, Emicida e Teresa Cristina estão entre os indicados ao prêmio da APCA

LUCAS BRÊDA
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) divulgou na noite desta terça (22) os indicados nas categorias de música popular. A lista se refere à produção musical feita ao longo de 2020, e a premiação acontece em janeiro do ano que vem --a data ainda não foi definida. Os finalistas estão divididos em quatro categorias. Melhor artista, artista revelação e melhor live têm cinco indicados em cada uma delas. Já a categoria de melhores discos têm 50 nomes concorrendo ao prêmio. Caetano Veloso, Emicida e Teresa Cristina aparecem com destaque, figurando em duas das quatro categorias: melhor artista e live. Luedji Luna e Mateus Aleluia completam a lista de indicados a artista do ano. As indicações aos prêmios da APCA, que abrangem diversas áreas artísticas, como teatro, dança e cinema, são divulgadas individualmente. Na segunda (21), foram revelados os finalistas nas categorias de na televisão. Os críticos que votaram nos finalistas de música popular da APCA em 2020 foram Roberta Martinelli, Adriana de Barros, Alexandre Matias, Marcelo Costa, José Norberto Flesch e Pedro Antunes. Veja a lista completa de finalistas abaixo. - Melhor artista Caetano Veloso Emicida Luedji Luna Mateus Aleluia Teresa Cristina - Artista revelação Flora Gilsons Guilherme Held Jadsa Jup do Bairro - Melhor live Arnaldo Antunes e Vitor Araújo (03/10) Caetano Veloso (07/08) Emicida (10/05) Coala Festival (12 e 13/09) Teresa Cristina (todas as noites) - Melhor disco Adriana Calcanhotto – “Só” ÀIYÉ – “Gratitrevas” André Abujamra – “Emidoinã - a Alma de Fogo” André Abujamra e John Ulhoa – “ABCYÇWÖK” Arnaldo Antunes – “O Real Resiste” Baco Exu do Blues – “Não Tem Bacanal na Quarentena” Beto Só – “Pra Toda Superquadra Ouvir” BK – “O Líder Em Movimento” Bruno Capinam – “Leão Alado Sem Juba” Bruno Schiavo – “A vida Só Começou” Cadu Tenório – “Monument for Nothing” Carabobina – “Carabobina” Cícero – “Cosmo” Daniela Mercury – “Perfume” Deafkids – “Ritos do Colapso 1 & 2” Djonga – “Histórias da Minha Área” Fabiana Cozza – “Dos Santos” Fernanda Takai – “Será Que Você Vai Acreditar?” Fran e Chico Chico – “Onde?” Giovani Cidreira e Mahau Pita – “Manomago “ Guilherme Held – “Corpo Nós” Hiran – “Galinheiro” Hot e Oreia – “Crianças Selvagens” Ira! – “IRA” Joana Queiroz – “Tempo Sem Tempo” Jonathan Tadeu – “Intermitências” Josyara e Giovani Cidreira – “Estreite” Julico – “Ikê Maré” Jup do Bairro – “Corpo sem Juízo” Kiko Dinucci – “Rastilho” Letrux – “Letrux aos Prantos” Luedji Luna – “Bom Mesmo É Estar Debaixo D’água” Mahmundi – “Mundo Novo” Marcelo Cabral – “Naunyn” Marcelo D2 – “Assim Tocam Meus Tambores” Marcelo Perdido – “Não Tô Aqui Pra Te Influenciar” Mateus Aleluia – “Olorum” Negro Leo – “Desejo de Lacrar” Orquestra Frevo do Mundo – “Orquestra Frevo do Mundo” Pedro Pastoriz – “Pingue-Pongue com o Abismo” Rico Dalasam – “Dolores Dala Guardião do Alívio” Sepultura – “Quadra” Seu Jorge & Rogê – “Seu Jorge & Rogê” Silvia Machete – “Rhonda” Tagua Tagua – “Inteiro Metade’ Tantão e os Fita – “Piorou” Tatá Aeroplano – “Delírios Líricos” Thiago França – “KD VCS” Wado – “A Beleza que Deriva do Mundo, mas a Ele Escapa” Zé Manoel – “Do Meu Coração Nu”