'Cada um no seu canto', diz irmão de Bruno Gagliasso um ano após briga na família

Thiago Gagliasso e Bruno não se falam há um ano (Foto: Reprodução/Instagram @thiagogagliasso)

Um pouco mais de um ano depois das eleições que viraram motivo de uma briga familar, Thiago Gagliasso e o irmão, Bruno, continuam com relações cortadas. “É cada um no seu canto”, afirma o primeiro, que se considera “vítima” no desentendimento.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“A polarização prejudicou muito todo mundo, e me sinto vítima. Eu e Bruno não somos mais amigos, mas nos respeitamos. Cada um no seu canto, não tenho problema com o meu irmão. E não teve briga política só lá em casa. É porque a minha família é pública, mas teve muita gente que parou de falar com parente por causa de eleição”, diz Thiago.

Leia também

Thiago Gagliasso  garante nunca ter brigado pessoalmente com o irmão. Mas o distanciamento continua. Bruno, revela o irmão, não respondeu à mensagem de convite do aniversário do filho de Thiago.

"Convidei Bruno para o aniversário do Gabriel, meu filho, ele leu e não respondeu. Meu filho vai à festa do Bless, filho dele. Não ligo, acho isso tão pequeno que não vale a pena. Nunca chegamos a brigar pessoalmente. Eles não respeitaram minha opinião política e vieram me bater. Eu, erradamente, postei. A gente faz besteira de cabeça quente. Estamos aqui para aprender e evoluir, está faltando o lado de lá evoluir também. Achei desnecessário minha cunhada entrar, não dou nem confiança a ela, nem sou amigo e dou zero liberdade. Também não ligo mais, pelo menos meus sobrinhos me abraçam. Em briga, todo mundo perde. Quando nos vemos, nos cumprimentados cordialmente. Chegou num grande nível de indiferença, mas não guardo mágoa e vai ser legal se a vida um dia nos juntar de novo", detalha Thiago Gagliasso.