Cíntia Dicker revela motivo de cirurgias da filha após o parto: ‘Descobrimos a gastrosquise’

Cíntia Dicker e Pedro Scooby © Instagram credit:Bang Showbiz
Cíntia Dicker e Pedro Scooby © Instagram credit:Bang Showbiz

Cíntia Dicker revelou os motivos que levaram a filha a se submeter a duas cirurgias após o nascimento.

A pequena Aurora – fruto do relacionamento entre a modelo, de 36 anos com Pedro Scooby, 34, - deu as boas-vindas ao mundo no último dia 26 de dezembro, e de acordo com o ex-BBB, a recém-nascida precisou passar por duas cirurgias, uma logo após o parto, e outra no dia seguinte.

Após duas semanas internada, a filha do casal recebeu alta no dia 11 de janeiro e segue com cuidados em casa.

Em entrevista exclusiva à ‘Vogue’, Cíntia quebrou o silêncio e revelou que, ainda durante as primeiras semanas de gestação, Aurora foi diagnosticada com gastrosquise, uma malformação gastrointestinal congênita.

‘’Com doze semanas, descobrimos a gastrosquise no exame morfológico, feito quando ainda estava no Brasil. (...) Quando soubemos da existência da gastrosquise, descobrimos também que, para segurança do bebê, a Aurora deveria nascer entre 37 e 38 semanas e através de uma cesárea. Logo após o nascimento, nossa filha precisaria ser operada, então era necessário que toda a equipe médica estivesse disponível’’, relatou.

Cíntia, ainda, revelou que a equipe médica especialista na condição se encontrava no Brasil, portanto, foi a razão por terem decidido realizar o parto no Rio de Janeiro.

‘’Os médicos referência em gastrosquise estão no Brasil e me deram muita segurança. Esse foi o motivo de deixarmos a Europa: saber que ela estaria nas melhores mãos e teria os melhores cuidados, e isso já é mais do que o bastante. (...) Felizmente ultrapassamos todas as dificuldades e estar em casa com ela é o melhor dos sentimentos’’, disse ela.