Gagliasso compara Bolsonaro com Maduro e debocha de ministros

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
Bruno Gagliasso critica o presidente após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde (Foto: Instagram @brunogagliasso/AFP via Getty Images)
Bruno Gagliasso critica o presidente após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde (Foto: Instagram @brunogagliasso/AFP via Getty Images)

Bruno Gagliasso criticou Jair Bolsonaro após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde nesta sexta-feira (15). O médico pediu demissão menos de um mês depois de assumir o cargo. É o segundo ministro que deixa a pasta durante a pandemia do novo coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

O ator comparou o presidente da República com o presidente venezuelano, o ditador Nicolás Maduro pois ambos defendem o uso da cloroquina no tratamento da covid-19. O medicamento também teria sido um dos motivos pelos quais Teich pediu demissão — até o momento, não há nenhuma pesquisa ou estudo que comprove o efeito positivo e indiscriminado da cloroquina no tratamento da doença.

Leia também

“#AgoraVai. #MaduroNaro. #CloroquinaNeles”, ironiza Bruno. O artista também debochou dos ministros do atual governo. Ele relembrou a promessa de Bolsonaro de fazer escolhas técnicas para sua equipe e publicou uma montagem em que cada membro aparece com o rosto do presidente como se fossem avatares.

“Eu não entendo de economia, de saúde, de justiça e segurança pública, de educação, de meio ambiente, de cultura, mas formarei um ministério técnico”, escreve em post. Confira:

“Governo caótico”, “não sei o que estão esperando para tirar esse homem de lá”, “triste fim para o nosso país” e “todo mundo pulando fora do barco antes dele afundar” são alguns dos comentários dos seguidores de Bruno Gagliasso.