Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank sobrevoam Amazônia para denunciar queimadas; assista

Camila Tuchlinski
Instagram/@gio_ewbank

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank não se conformaram somente com as imagens que revelaram a destruição de parte da floresta amazônica nas últimas semanas. A convite do Greenpeace, o casal decidiu sobrevoar a região para conferir de perto a ação das queimadas.
Nesta quinta-feira, 5, eles chegaram a Manaus. “Ouvi histórias assustadoras de pessoas que são ameaçadas por defenderem a floresta. Conheci brasileiros incríveis que dedicam suas vidas a cuidar desta região tão fundamental para o planeta. Pessoas como eu e você que estão preocupadas e decididas a lutar pela Amazônia”, escreveu Bruno na legenda da foto em que aparece com Giovanna segurando um cartaz do Greenpeace com os dizeres ‘desmatamento zero’.
O casal fez uma série de vídeos nos stories do Instagram sobrevoando a floresta. O cenário de queimadas e destruição foi registrado em tempo real.

“A floresta está sendo consumida por um corredor de mais de 10 quilômetros de fogo. Fumaça cobrindo todo o céu. Um incêndio criminoso que tomou conta da floresta. O que não vi aqui foi atuação efetiva para combater essa tragédia”, denunciou Gagliasso.

Assista ao vídeo:


A repercussão internacional sobre as queimadas na região começou no mês passado, quando diversas personalidades compartilharam imagens chocantes da destruição da floresta.
No fim de agosto, Leonardo DiCaprio, Kim Kardashian, Anitta e Gisele Bündchen mostraram indignação com as queimadas na Amazônia.
“É urgente gritar para o mundo o que acontece aqui na Amazônia. Essa é a verdade: estão matando nossa floresta! E se não agirmos, o planeta todo será destruído”, avisou Bruno Gagliasso ao registrar as imagens das queimadas.
Giovanna Ewbank também fez flagrante da destruição. “Foram onze horas de voo. Sobrevoamos grande parte da região e vimos muito, muito fogo, muita fumaça. Nossos olhos ardendo e o coração chorando. O verde perdendo espaço pro cinza. A vida dando espaço pra morte”, escreveu.


Assista ao vídeo:


Giovanna e Bruno sobrevoaram a região no intitulado Dia da Amazônia. “O dia que deveria ser de exaltação à Amazônia virou uma data de profunda tristeza. Mas essa experiência me deu ainda mais força, mais garra pra lutar pelo planeta, pela vida, pela natureza!”, desabafou, usando a hastag #TODOSPELAAMAZONIA.


Nesta semana, Milton Hatoum, escritor e colunista do Estado, escreveu um poema inédito sobre a destruição da floresta. 'Não consigo olhar fotos que mostram incêndios na Amazônia', disse.

Nascido em Manaus, em 1952, ele lá viveu até a adolescência, quando iniciou sua trilha pelo mundo. Desde 1999, mora em São Paulo, mas suas raízes continuam fincadas na capital do Amazonas, cujas lendas e problemas inspiram sua escrita.

Assista ao vídeo:


O que está acontecendo com a Amazônia?

Especialistas e pesquisadores explicam como ocorreram a rápida devastação da vegetação e o lento processo de regeneração do bioma. Para você saber mais sobre o que está acontecendo com a Amazônia em dez perguntas e respostas, clique aqui.
Queimadas recordes na região atraíram a atenção do mundo e provocaram reação de líderes internacionais e da comunidade científica; acompanhe.
A equipe de reportagem do Estado também está na região e flagra a devastação da floresta.

Assista ao vídeo: