Bruna Marquezine revela que sofreu bullying na escola: 'Atriz, bobona, não fala palavrão'

A atriz relembrou o início da adolescência em entrevista à Fernanda Souza (Reprodução/ instagram.com/brumarquezine)

Em entrevista à Fernanda Souza, no canal do Youtube da apresentadora, Bruna Marquezine revelou que sofreu bullying na escola, no início de sua adolescência, quando já trabalhava como atriz. “Saí de um colégio de freiras em Nova Iguaçu e fui para um em Jacarepaguá. Faltei no primeiro dia de aula, no segundo dia pedi meu pai para me levar na sala pois eu não conhecia ninguém. Começou o bullying aí, o pai levou na sala, atriz, bobona, não fala palavrão, tinha que falar palavrão, não beijava na boca, tinha que beijar na boca. Sofri muito. Tinha uns 11, 12 anos“, revelou ela.

Bruna contou que para se livrar do bullying, trocou de escola e mudou de atitude no ano seguinte. “Às vezes os alunos excluem porque você é diferente. Fiquei um ano só nesse colégio e fui para outro. Nesse colégio já cheguei: ‘não mexe comigo não, tenho tênis de marca, já falei palavrão e já beijei na boca“, explicou.

Leia mais:
Ana Furtado não liga em virar piada na web: ‘Me divirto’
‘Estou vivendo um momento de graça’, diz Paolla Oliveira

Taxada como egocêntrica por alguns, Bruna Marquezine voltou a negar o rótulo. “Tenho a sensação que as pessoas me acham egocêntrica, as pessoas que não me conhecem. Eu sou uma pessoa muito reservada, não gosto de falar da minha vida pessoal. Entendo quem fala, acho legal. Para mim não funciona, não me sinto confortável em dividir. Tenho essa postura até em respeito a quem eu amo. Minha mãe não quer ser uma pessoa pública, meu pai não quer, minha irmã não quer. Não é uma escolha deles, é consequência do meu trabalho”, afirmou a atriz.