Bruna Marquezine sobre petróleo no Nordeste ignorado por Bolsonaro: 'Não fizeram nada"

Bruna Marquezine se posiciona contra Jair Bolsonaro

Bruna Marquezine utilizou as redes sociais para se posicionar sobre o aparecimento de petróleo bruto em diversas praias do litoral do Nordeste.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Infelizmente só depois de um mês de vazamento e eu não tenho o menor problema em assumir isso. Fui entender a real gravidade do assunto e continuo buscando aprender mais. Infelizmente depois de mais de um mês as autoridades não fizeram nada! Se tem uma coisa que eu não preciso é biscoito”, escreveu a atriz ao ser acusada por uma seguidora de usar a tragédia par ganhar visibilidade.

Veja também

Camila Queiroz, Taís Araújo, Angélica e mais gravam vinheta da Globo

Grazi Massafera publica frase sugestiva e Caio Castro comenta

Igor Fernandez, de ‘Bom Sucesso’, comemora cinco anos com o namorado, Gabriel Soares

Repostas de Bruna Marquezine no Twitter (reprodução / @brumarquezine)

“Esse é o ministro que está cobrando atitudes das ONGs ao invés de reconhecer que isso cabe a ele e aos órgãos competentes, não é? O mesmo que apenas sobrevoou as praias do Nordeste de helicóptero. Infelizmente e felizmente nesse momento da minha vida, devido ao meu trabalho que tanto amo e respeito, não tenho tempo e disponibilidade para ajudar com as minhas próprias mãos, como gostaria. Mesmo sabendo que essa não é minha obrigação. Temo pela saúde dos que estão. Não deveriam ser eles (o Governo) os responsáveis por tentar conter os impactos desse derramamento? Pare de achar que não temos o direito de exigir atitudes das autoridades, dos reais responsáveis. Que temos que fazer tudo com as próprias mãos se não concordamos ou não estamos 'contentes'”, escreveu Bruna ao responder a uma seguidora que a alertou que o ministro do meio ambiente, Ricardo Salles, está “fazendo o máximo”.

E a atriz completou: “Venho acompanhando a movimentação da marinha e do governo federal e não acho que estão fazendo o necessário, muito pelo contrário, no meu ponto de vista estão fazendo menos que o suficiente.”


Outro lado

Nos últimos dias o Governo Bolsonaro tem sido criticado por diversos órgãos oficiais como o Ministério Público e líderes do legislativo do Nordeste por não usar todos os mecanismos da esfera federal para conter que o derramamento de óleo no mar chegue às praias. O presidente apenas tem dito que quem derramou o óleo que deverá cuidar de sua remoção.