Bruna Marquezine e Marco Pigossi: os atores que se deram bem pós Globo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por muito tempo, assinar um contrato longo e ser uma das estrelas da TV Globo era o sonho de estabilidade e sucesso profissional de muitos atores. Principal produtora de teledramaturgia do país, com estúdios e investimentos milionários, chegar à vênus platinada era sinônimo de sucesso garantido, tanto na TV, como em campanhas publicitárias.

No entanto, com o avanço da internet e dos serviços de streaming, que se popularizam a cada dia, os artistas foram conquistando novos espaços para mostrarem sua arte. Em um movimento inédito, muitos atores resolveram não renovar seus longos contratos com a emissora carioca para poderem desenvolver projetos que são assistidos pelo mundo todo nas plataformas online. Veja os famosos que deixaram a emissora e se deram muito bem na carreira.

Bruna Marquezine

A atriz começou na TV Globo aos cinco anos, quando estreou no programa infantil “Gente Inocente”. Aos 8, ganhou status de estrela-mirim ao dar vida a emocionada Salete, em “Mulheres Apaixonadas”. Com quase 19 anos de carreira na vênus platinada, a atriz não renovou seu contrato em 2019.

Fora da emissora carioca e fenômeno nas redes sociais, ela tem mais de 42 milhões de seguidores só no Instagram, a atriz também migrou para o streaming. Bruna já gravou a série "Maldivas", com estreia prevista para este ano na Netflix. Ela também vai estrear sua carreira internacional em Hollywood como a protagonista do longa-metragem "Besouro azul", novo filme da DC Comics, que tem lançamento previsto para 2023.

Marco Pigossi

Depois de viver vários mocinhos na Globo, Marco Pigossi decidiu encerrar seu contrato com a emissora carioca logo após o fim de “A Força do Querer”, de 2017. Buscando novos desafios, ele foi contratado pela Netflix internacional.

Seu primeiro trabalho na plataforma de streaming foi na série policial australiana "Tidelands" (2018). Ele também apareceu na produção hispânica "Alto mar" (2020). No Brasil, o ator bombou com o personagem Eric na série sobre o folclore brasileiro “Cidade Invisível” (2021), produzida também pela Netflix. O ator está confirmado para a segunda temporada da trama.

Malvino Salvador

Fora da Globo desde janeiro de 2020, Malvino Salvador já arrumou outro trabalho. O ator será o protagonista da série "O Negociador”, projeto da plataforma de streaming Amazon Prime Video. Apesar de já estar em produção, o trabalho ainda não tem data para estrear.

Juliana Paes

No começo deste ano, Juliana Paes surpreendeu o público ao anunciar o fim de seu contrato de 21 anos com a Globo. Com personagens marcantes como Ritinha, de “Laços de Família” (2000) e Maya, de “Caminhos das Índias” (2009), a atriz segue novos rumos na carreira. Mas se engana quem pensa que Juliana saiu do ar imediatamente. Antes de anunciar seus novos projetos, Juliana gravou seu último trabalho e vai aparecer como a personagem Maria Marruá, mãe da protagonista Juma (Alanis Guillen), no remake de Pantanal, com estreia prevista para 28 de março.

Bruno Gagliasso

O ator, que trilhou um caminho de sucesso por 18 anos com personagens marcantes em “América” (2005), Caminho das Índias (2009) e “Dupla identidade” (2014), decidiu não renovar seu contrato com a Globo em 2019. Já em 2021, Bruno anunciou que era o novo contratado da Netflix.

Ele vai estrelar a série internacional "Santo", primeira produção original espanhola. A série, que deve ser lançada no primeiro semestre deste ano, vai trazer uma mistura de suspense policial e terror. O ator também está na produção “Operação Maré Negra”, da Amazon Prime Video.

Fernanda Vasconcellos

Protagonista de várias novelas entre 2005 e 2016, Fernanda Vasconcellos também deixou a emissora carioca para descobrir desafios em outras plataformas. Queridinha da Netflix, a atriz já participou da série "3%" (2018), e foi bastante elogiada por sua atuação na trama "Coisa mais linda" (2019). Seu último trabalho foi no seriado "Rua do sobe e desce, número que desaparece" (2020), do Canal Brasil.

Reynaldo Gianecchini

O ator estreou ainda jovem, nos anos 2000, como o galã Edu, no sucesso “Laços de Família", de Manoel Carlos. Com mais de 20 trabalhos em 21 anos de carreira, o ator não renovou seu contrato com a Globo. Recentemente, ele também assinou com a Netflix, onde vai protagonizar a segunda temporada de “Bom dia, Verônica”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos