Bruna Marquezine diz ainda não acreditar em amizade com Susan Sarandon

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL 02.03.2020 Bruna Marquezine (atriz). Pré-estreia do filme
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL 02.03.2020 Bruna Marquezine (atriz). Pré-estreia do filme

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Bruna Marquezine ganhou uma amiga para a vida durante as gravações do filme "Besouro Azul", um dos próximos longas da DC Comics. A atriz revelou que ficou bem próxima de Susan Sarandon, protagonistas de produções como "Thelma & Louise" (1991), "Vida que Segue"(2002), "Face Oculta"( 2010), entre outras. Ela, que interpreta a personagem Penny, ainda contou que abriu o jogo com a veterana.

"Falei 'preciso te dizer coisas: no primeiro dia que você me elogiou em cena, me escondi para chorar. A primeira vez que vi sua cadeira do lado da minha, fui para o meu trailer chorar também'", começou Bruna. "Disse também o quanto aprendi só de observá-la e que admirar muito um profissional da sua área e ele comentar a admiração do seu trabalho é uma validação", assumiu a atriz em entrevista à Marie Claire.

Marquezine, 27, contou que as duas ficaram ainda mais próximas depois da conversa. "Até hoje eu não acredito. Antes do nome dela ser confirmado a gente já ouvia coisas muito positivas a respeito dela e ela me surpreendeu. Foi uma grande parceria no set, uma atriz extremamente generosa, uma pessoa extremamente humana com um olhar muito carinhoso para o próximo. Falo dela e me emociono", continuou a atriz que ainda relembrou do início de sua carreira.

"Imagina, eu saí do subúrbio do Rio, sou a única atriz da minha família. Tem coisas que a gente nem se permite sonhar, nem acredita que vai viver, e aí essas coisas acontecem. Por mais que não tenha um deslumbre, também não gosto de menosprezar as coisas. Elas têm um valor e a gente tem que viver isso e se emocionar mesmo e celebrar", disse Bruna.

"Besouro Azul" é um filme sobre um super-herói latino e o primeiro filme da atriz em Hollywood. O longa tem estreia prevista para agosto de 2023.