Bruna Linzmeyer abre o jogo: 'Minha sexualidade é livre e fico com quem quiser'

Atriz da Globo fala sobre homossexualidade e preconceito (Reprodução/instagram.com/brunalinzmeyer)

A atriz Bruna Linzmeyer, 25, conversou com a revista “Donna” sobre sexualidade. Lésbica assumida há algum tempo, a artista da TV Globo disse que resolveu abrir o jogo sobre sua intimidade por um ato político.

É um ato político usar essa palavra. Porque eu, como ser humano, não quero ser reduzida por essa palavra em nenhuma esfera. Se fosse pensar na minha sexualidade, a minha sexualidade é livre: quero, posso e vou ficar com quem eu quiser. Mas o uso da palavra lésbica, porque também sou lésbica, não sou só lésbica, é importante para o ato de luta. Há um preconceito, um machismo e misoginia porque é mulher e também porque namora outras mulheres. Por isso o uso dessa palavra é importante. Mas considero a minha existência, o meu corpo e o meu prazer muito maior do que qualquer caixinha“, disse ela.

Leia mais:
Thammy Miranda aparece com o pai e dispara: ‘Estou mais careca que ele’
Após polêmica, MC Loma garante que voltou à escola: ‘Estudem!’

“Tanto no cinema quanto na televisão, a representatividade homossexual ainda é muito sobre os homens gays, pouco sobre as mulheres lésbicas. Acho que a gente precisa falar mais sobre todas as minorias políticas e a gente também precisa dar mais espaço neste segmento específico para as mulheres lésbicas”, prosseguiu a famosa que conta com o apoio dos pais dela. “Meus pais são maravilhosos, eles super me apoiam. Claro que, junto comigo, também enfrentaram algumas coisas, mas foi muito importante o apoio deles”, declarou Bruna Linzmeyer.