Britto Jr. acusa diretor da Record de assédio e diz que demissão de Mion foi "forjada"

·1 min de leitura
Britto Jr. fez acusações no Twitter (Foto: Reprodução/Instagram/@marcosmion)
Britto Jr. fez acusações no Twitter (Foto: Reprodução/Instagram/@marcosmion)

Britto Jr, ex-apresentador da Record, causou nas redes sociais neste domingo (15). Enquanto a entrevista de Marcos Mion era exibida no 'Fantástico', o artista "cornetava" no Twitter. Tudo começou quando um seguidor disse que Britto apresentou muito bem 'A Fazenda'. 

"Grato! Parabenizo os diretores da Record por terem forjado. Ops, demitido o Mion. Não fosse isso, ele estaria lá e não teria ido para a Globo", escreveu o jornalista, que deixou a emissora em 2014. 

Leia também:

Nos comentários, um seguidor foi além. "Será que a Record teve que escolher entre o Carelli [diretor do núcleo de realities] e o Mion?". Sem medir palavras, Britto respondeu: "Não. A Record tem pastores artísticos. E eles não mexem com isso. Deixam tudo nas mãos do [Rodrigo] Carelli, que, todos sabem, é um merda".

Quem achou que o diálogo já estava tenso até aí nem imaginava que Britto voltaria com mais acusações. O internauta falou que, pela resposta do ex-apresentador, o diretor Rodrigo Carelli tem poder para tirar e colocar quem quiser na Record. Foi aí que Britto completou com uma nova informação: "Ele põe os amigos dos pastores e se sobrar vaga, põe seus amigos íntimos, que ele quer assediar".

O Yahoo entrou em contato com a Record e o diretor Rodrigo Carelli, mas não teve retorno até a publicação do texto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos