Britney Spears retorna à musica em dueto com Elton John

Britney Spears em Beverly Hills

Por Marie-Louise Gumuchian

LONDRES (Reuters) - A cantora norte-americana Britney Spears retornou ao mundo da música nesta sexta-feira ao lançar um dueto com Elton John, em seu primeiro lançamento em seis anos e após o fim de sua tutela de 13 anos no ano passado.

A hitmaker de "Toxic" e "Womanizer", de 40 anos, está promovendo "Hold Me Closer", uma versão dançante de "Tiny Dancer", música de 1971 de John, postando a arte visual da canção antes do lançamento.

"Okie dokie... minha primeira música em 6 anos. É muito legal cantar com um dos homens mais clássicos do nosso tempo", escreveu Spears em um tuíte esta semana.

Em novembro, Spears, que alcançou a fama quando adolescente com sua estreia no topo das paradas de 1998 "... Baby One More Time", foi libertada de uma tutela legal que controlou sua vida pessoal e finanças por 13 anos.

Seu pai, Jamie Spears, que solicitou o acordo imposto pelo tribunal em 2008, foi removido da função de tutor em setembro. Ele disse que seu único objetivo era ajudar a filha a reabilitar sua carreira depois que ela sofreu um colapso de saúde mental em 2007 e que ele sempre agiu no melhor interesse dela.

Em dezembro, Spears sinalizou que ainda não estava pronta para voltar a fazer música. Seu último álbum de estúdio foi "Glory", de 2016.

Um comunicado de imprensa para "Hold Me Closer", que também tem elementos das músicas de Elton John "The One" e "Don't Go Breaking My Heart", informou que os dois cantores se conheceram em 2014. Um ano depois, Spears tuitou seu amor por "Tiny Dancer", acendendo a ideia de uma colaboração.

"Depois de ouvir o primeiro corte do single no início deste verão, Elton John soube que os vocais instantaneamente reconhecíveis de Britney eram o toque perfeito para dar vida à música", disse.

No início desta semana, John apresentou a música em um restaurante no sul da França, cantando junto para o deleite dos clientes.

"Estou absolutamente emocionado por ter tido a chance de trabalhar com Britney Spears", disse ele.

"Ela realmente é um ícone, uma das maiores estrelas pop de todos os tempos. Eu a amo muito e estou encantado com o que criamos juntos."

(Reportagem de Marie-Louise Gumuchian)