Britney Spears fala sobre amor não correspondido: ‘Acontece com todo mundo'

Britney Spears é a estrela da edição de outubro da Marie Claire britânica (Reprodução)

Britney Spears está lançando seu 9º álbum de estúdio, “Glory”, e para promover o trabalho a popstar tem voltado a se colocar sob os holofotes como não o fazia há tempos. A mais nova divulgação na agenda da Princesinha do Pop é a capa de outubro da Marie Claire britânica. Na entrevista que acompanha o ensaio, a cantora fala sobre maternidade, vida de solteira aos 34 anos e como tem lidado com a fama após décadas no estrelato.

“Eu me mudei para Los Angeles quando era muito nova. Passei por muitas críticas. Se tivesse um fio de cabelo fora do lugar, eu ficava ansiosa. Na verdade, eu ficava muito ansiosa sobre um monte de coisas”, comenta Britney, que diz ter se sentido mais autoconfiante após a maternidade. “Ficar com os meus meninos fez com que eu me aceitasse muito mais. Eu sou a mãe deles, então tanto faz. Isso tem sido algo muito grande para mim nos últimos anos”, explica a artista, mãe de Sean Preston (10) e Jayden James (9).

Leia mais:
Ex-BBB explica por que não posa nua: ‘Pagam pouco’
Gwyneth Paltrow e Drew Barrymore comemoram juntas o aniversário de Cameron Diaz

Solteira desde julho do ano passado, quando terminou com o empresário Charlie Ebersol, Britney conta à publicação que a vida de solteira não tem sido tão fácil como todos imaginam, e que recentemente ela foi a um encontro que não deu certo. “Foi muito ruim, mesmo. Eu fui ficando ansiosa, me preocupando que ele não fosse gostar de mim. Nós fomos ao cinema, mas eu podia falar logo de cara que ele não estava afim de mim. Foi meio constrangedor. Eu gostava dele. Ele sabia disso. Mas definitivamente não sentia o mesmo por mim. Acontece com todo mundo. Ser famosa não te faz diferente”, revela.

Hoje, Britney conta à revista que não tem mais tanta vontade de encontrar o “homem dos sonhos” e que prefere continuar solteira por um tempo: “Talvez eu me case um dia quando estiver mais velha, e talvez eu tenha mais filhos, ou não. O que eu sei agora é que não acredito em feliz para sempre. Eu só acredito em feliz agora. E sou muito agradecida por isso”.