Britney Spears está livre da tutela do pai após 13 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A estrela pop Britney Spears, 39, está livre da tutela do pai Jamie Spears, após 13 anos de controle sobre sua vida, carreira e finanças. O processo foi encerrado nesta sexta-feira (12) por uma juíza de Los Angeles, que concordou que a cantora agora é capaz de controlar seu patrimônio e que as circunstâncias que levaram a tutela em 2008 não se aplicam mais.

"Neste caso, o tribunal concluiu que se tratava de uma tutela voluntária e não há necessidade de uma declaração de capacidade", disse a juíza Brenda Penny durante a audiência no Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, o que significa que Spears não teria que testemunhar.

O pai de Britney foi suspenso de seu papel como conservador no final de setembro. A juíza disse que tê-lo no comando da propriedade de sua filha era "insustentável" e refletia um "ambiente tóxico".

Penny concordou em deixar o contador John Zabel assumir o cargo de conservador de Spears, enquanto o advogado da estrela, Mathew Rosengart, se preparava para tentar encerrar o acordo por completo.

Em junho, a cantora quebrou seu silêncio sobre a tutela pela primeira vez em 13 anos e deu dois dias de testemunho dramático. Ela disse que a tutela era "abusiva" e que tinha sido usada para "arruinar" a vida dela.

"Eu menti e disse ao mundo inteiro que estou bem e estou feliz. É uma mentira", disse Spears durante a explosiva audiência de junho, enquanto pedia que seu pai fosse preso.

"Eu pensei que talvez se eu dissesse o suficiente, talvez eu pudesse me tornar feliz porque tenho negado", disse Spears. "Eu estive em choque. Estou traumatizada. Você sabe, finja até conseguir. Mas agora estou dizendo a verdade."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos