Britney Spears comemora fim de tutela, e advogada do pai vê "erro"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Britney Spears em Los Angeles
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Lisa Richwine

LOS ANGELES (Reuters) - Uma advogada de Jamie Spears criticou nesta quinta-feira a decisão de um tribunal de Los Angeles de afastá-lo do papel de curador do patrimônio de 60 milhões de dólares de sua filha, Britney Spears.

A juíza Brenda Penny do Tribunal Superior de Los Angeles retirou Jamie Spears da função na quarta-feira e marcou uma data em novembro para determinar se encerra o arranjo legal de 13 anos.

Ela o substituiu temporariamente por um contador sugerido pelo advogado de Britney.

"Com todo o respeito, o tribunal errou ao suspender o senhor Spears, colocar um estranho em seu lugar para administrar o patrimônio de Britney e prorrogar a mesma tutela que Britney implorou ao tribunal no início do verão para que fosse encerrada", disse Vivian Thoreen, uma advogada de Jamie Spears, em um comunicado.

O desfecho foi "decepcionante, e francamente, uma derrota para Britney Spears", acrescentou Thoreen.

A cantora de "Stronger" havia dito à corte que seu pai é controlador e que tem medo dele. Depois que ele foi suspenso, a pop star disse estar "nas nuvens neste momento".

Mas Thoreen disse que seu cliente ajudou a artista a ressuscitar a carreira e a restabelecer um relacionamento com os filhos durante a tutela, que direcionou seus assuntos pessoais e financeiros depois que ela teve um colapso mental em 2008.

O pai da cantora surpreendeu no começo deste mês pedindo à corte que encerrasse a tutela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos