Brendan Fraser diz que foi assediado por jornalista influente em Hollywood

(Imagem: divulgação Fox)
(Imagem: divulgação Fox)

Brendan Fraser é mais uma personalidade do cinema com uma história de assédio para contar. O ator, que ganhou fama como o protagonista da franquia ‘A Múmia’, revelou em entrevista à revista GQ que passou por uma situação perturbadora em 2003, durante um almoço organizado pela HFPA (a Associação dos Jornalistas Estrangeiros em Hollywood), responsável pelo Globo de Ouro.

O jornalista Philip Berk, então presidente da entidadade, se aproximou de Fraser e o abordou de forma constrangedora. “Nós nos abraçamos e ele colocou a mão no meu traseiro. Ele apertou e ficou apalpando minha nádega, e então colocou o seu dedo na parte de baixo, na meu períneo”, relata o ator. “Eu me senti como se fosse uma criança, como se tivesse uma bola na garganta. Pensei que fosse chorar”.

“Eu imediatamente fui embora de lá e contei para minha esposa. Nós discutimos, mas decidimos que não podia denunciá-lo, porque ele era poderoso na indústria”, lembra ainda. “Eu fiquei deprimido e não me lembro de muita coisa que fiz naquele ano”.

Depois disso, os empresários de Fraser pediram para que o jornalista escrevesse um pedido de desculpas formal. Mas Berk foi evasivo em sua resposta, dizendo apenas que “se aconteceu algo que irritou o Sr. Fraser, não foi proposital e eu peço desculpas”.

Brendan Fraser ficou afastado das telas por cerca de dois anos após o ocorrido. Recentemente, ele participa principalmente de séries, em papéis de coadjuvante. Mas volta a ter o papel principal em ‘Trust’, produção do canal FX que estreia em março nos EUA e contará o sequestro do neto de John Paul Getty, a mesma história do filme ‘Todo o Dinheiro do Mundo’, exibido recentemente nos cinemas.

Ao tomar conhecimento do relato do ator, Philip Berk negou a acusação, classificando-a como uma “invenção completa”.