Brechó inova e oferece crédito em lojas como Zara e Nike em troca de roupas usadas

·1 min de leitura
Gabriella e Julia Wolff, fundadoras do brechó Daz Roupaz (Foto: divulgação)
Gabriella e Julia Wolff, fundadoras do brechó Daz Roupaz (Foto: divulgação)

Mais um bom motivo para deixar o apego e o preconceito de lado: o brechó Daz Roupaz, de São Paulo, está apostando em um novo formato para incentivar a venda de roupas usadas: agora, os clientes podem ter acesso a algumas das marcas mais desejadas do país, além de ajudar a minimizar o impacto ambiental da moda e dar um novo sentido a peças que há tempos estão esquecidas.

Como? Com um vale circular (40% do valor do que for vendido) válido na Zara, Nike, Renner C&A, Riachuelo, Schutz e Hering. As alternativas antigas, receber 30% do valor do que for vendido para a Daz Roupas em dinheiro ou 50% em crédito nas lojas e e-commerce do brechó, continuam em vigor.

“O objetivo é continuar com a nossa missão de fazer a moda circular de forma real e democrática. O cliente pode vender uma peça de qualquer marca na Daz Roupaz e receber em vale circular para usar nas lojas ou site desses varejistas de todo Brasil”, diz Gabriella Wolff, cofundadora da Daz Roupaz.

Atualmente, o brechó possui duas unidades, localizadas em São Paulo (Pinheiros e Itaim Paulista), e trabalha com peças de diversos segmentos — moda feminina, masculina e infantil, acessórios, cosméticos, perfumes, roupas e acessórios para pets e eletrônicos como secador e chapinha. Tudo passa por uma curadoria cuidadosa para garantir o que há de melhor estado e mais atual.