'Bom Sucesso': autora defende impulsividade de personagem trans

Rosane Svartman comentou a personagem de Gabrielle Joie (Agnews/TV Globo)

Michelly vem causando e dando orgulho à comunidade trans a cada vez que aparece em ‘Bom Sucesso’, diferente das cenas de Britney em ‘A Dona do Pedaço’.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Para falarmos com propriedade sobre a jovem transexual, vivida por Gabrielle Joie, conversamos com Rosane Svartman. A autora de ‘Bom Sucesso’ comentou sobre a força da personagem. “Temos muitas possibilidades para Michelly, estamos construindo e meio que já sabemos para onde ela vai. A Gabriele é uma boa atriz, a personagem é bacana e tentamos começar com um conflito que não é tão aberto. Que não gira só em torno dela ter decidido se chamar Michelly e ser uma menina, mesmo que algumas pessoas da sociedade não entendam que ela tem essa escolha.”

Leia também

A juventude

Svartman ainda quer crescer o conflito sobre a transexualidade, mas ressalta que a impulsividade da personagem tem uma razão simples: “Ela é uma adolescente. Todos os personagens que escrevemos tem uma pesquisa. Para os adolescentes vamos em escolas, pesquisamos o comportamento, observamos, conversamos. Você vê esses adolescentes hoje e todos são combativos. As lutas identitárias estão tão latentes que é por isso que a Michelly está lá e não precisa se esconder”, afirma.

Preconceito

Há algumas semanas Michelly sofreu transfobia ao usar o banheiro feminino da escola, situação comum a várias pessoas trans. “Essa cena criamos foi um caso que um dos nossos colaboradores trouxe e incluímos na trama. Estamos atentos também o que está acontecendo. Nessa sequência vemos que ela sofre também, mas tem uma rede de afeto. Uma zona de segurança entre os amigos que a aceitam.”