• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Bolsonaro veta retomada de despacho gratuito de bagagens em voos comerciais

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bolsonaro credit:Bang Showbiz
Bolsonaro credit:Bang Showbiz

O presidente Jair Bolsonaro vetou o Projeto de Lei que previa a retomada do despacho gratuito de bagagens em voos comerciais.

Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Infraestrutura, o chefe de Estado acredita que a proposta reduziria a "atratividade" do mercado brasileiro e, por conseguinte, afetaria o preço final das passagens aéreas.

"Na prática, a proposição aumentaria os custos dos serviços aéreos e o risco regulatório, o que reduziria a atratividade do mercado brasileiro a potenciais novos competidores e contribuiria para a elevação dos preços das passagens aéreas", dizia a nota.

A MP do Voo Simples - que visa regulamentar o setor aéreo - foi aprovada pelo Congresso em maio deste ano.

Atualmente, itens acima de 23kg em voos nacionais e de 32kg em voos internacionais são um custo adicional aos bilhetes.

Nas redes sociais, as opiniões ficaram divididas.

"As empresas aéreas não cumpriram o prometido em baixar o preço das passagens quando passaram a cobrar pelas bagagens. Agora o presidente veta a gratuidade sem nenhuma contrapartida ao setor. Ou seja,os aumentos vão continuar penalizando o consumidor", opinou uma usuária do Twitter.

"Apoiado, não existe nada de graça, sempre o preço será repassado para todos, mesmos aqueles que vão sem bagagens! Muito justo", aprovou um internauta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos