​Bolsonaro rebate acusações de Lula após invasões em Brasília

​Bolsonaro rebate acusações de Lula após invasões em Brasília credit:Bang Showbiz
​Bolsonaro rebate acusações de Lula após invasões em Brasília credit:Bang Showbiz

Jair Bolsonaro (PL) recorreu às redes sociais para rebater as acusações de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de que ele teria incitado manifestantes a invadir os prédios dos Três Poderes.

Diretamente dos Estados Unidos, o ex-presidente se manifestou após o ataque antidemocrático às sedes do Palácio do Planalto, STF (Supremo Tribunal Federal) e Congresso Nacional no último domingo (8).

"Manifestações pacíficas, na forma da lei, fazem parte da democracia.Contudo, depredações e invasões de prédios públicos como ocorridos no dia de hoje, assim como os praticados pela esquerda em 2013 e 2017, fogem à regra", começou Bolsonaro em seu Twitter.

"Ao longo do meu mandato, sempre estive dentro das quatro linhas da Constituição, respeitando e defendendo as leis, a democracia, a transparência e a nossa sagrada liberdade. No mais, repudio as acusações, sem provas, a mim atribuídas por parte do atual chefe do executivo do Brasil", finalizou o ex-chefe de Estado.

Em um pronunciamento após o ato, Lula não poupou críticas ao seu antecessor.

"Esse genocida não só provocou isso, não só estimulou isso, como, quem sabe, está estimulando ainda pelas redes sociais, lá de Miami onde ele foi descansar. Na verdade, ele fugiu para não me colocar a faixa. Todo mundo sabe que tem vários discursos do ex-presidente da República estimulando isso”, afirmou Lula.