Contrariando Bolsonaro, Teich se compromete a apoiar isolamento social

Governadores têm evitado fazer críticas diretas ao novo ministro (Foto: Reuters)

Contrariando a posição do presidente Jair Bolsonaro, que é contra o isolamento social, o ministro da Saúde, Nelson Teich, na reunião que teve com secretários de Saúde, prometeu que a pasta produzirá uma peça publicitária recomendando a prática da reclusão em todo o Brasil. As informações são do UOL.

No encontro realizado por videoconferência na terça, secretários reclamaram de demora na tomada de decisões pelo ministério.

Leia também

Quando Luiz Henrique Mandetta estava à frente da pasta, as reuniões com secretários estaduais eram diárias. Com Teich, foram apenas dois encontros desde que ele assumiu, em 17 de abril.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Entre as cobranças dos secretários estão os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) em quantidade muito pequena a estados e municípios; os poucos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva); a pequena oferta de testes, e o governo federal não ajudando no financiamento aos hospitais de campanha. 

Teich informou no encontro que encomendou de empresas nacionais 14.100 respiradores com entrega de 200 unidades por semana. 

Por esse cálculo, todos os aparelhos estariam em pleno funcionamento apenas no ano que vem.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.