Bolsonaro corta verba de combate ao câncer para orçamento secreto, diz veículo

Getty Images
Getty Images

De acordo com matéria publicada pelo Estadão, na semana passada, os cortes promovidos pelo governo do atual Presidente Jair Bolsonaro irão impactar diretamente os investimentos na prevenção e controle do câncer. O assunto voltou à tona nesta terça-feira (4), muito pelo início do Outubro Rosa, mês reservado para debates e medidas de conscientização sobre o câncer de mama.

Ainda segundo o jornalista Felipe Frazão, responsável pelo artigo, o objetivo é acomodar dinheiro no orçamento secreto, que é "usado para acordos políticos". A atitude polêmica chama atenção na mídia, enquanto o país caminha para um 2º turno das eleições, em que Bolsonaro disputa um 2º mandato contra o ex-Presidente Lula, do PT.

Governo Bolsonaro corta verba para prevenção de câncer

A investigação do Estadão aponta que a verba de combate à doença passará de R$ 175 milhões para R$ 97 em 2023, representando um corte de 45%. Outros programas, destinos a repasse de dinheiro para compra de materiais, ferramentas e reformas de unidades hospitalares e ambulatórios, também foram afetadas.

Atualmente, o câncer é uma das doenças que mais mata brasileiros e, no Outubro Rosa e Novembro Azul, especialistas destacam a importância de reconhecer os sintomas precoces da doença. Os meses em questão têm foco no câncer de mama e de próstata, respectivamente. Não é o primeiro sinal de descaso de Bolsonaro, que já vetou temporariamente a distribuição de...

Leia +


Leia +

Filme "Convergente" tem baixa bilheteria e sequência "Ascendente" sofre corte no orçamento
Bruna Marquezine troca farpas com família Bolsonaro após crítica de Michelle
Outubro Rosa: você sabe tudo sobre o câncer de mama? Faça o quiz!