Bolsonaro publica vídeo com frase atribuída a Mussolini; Eduardo compartilha fake news

Foto: AP Photo/Andre Borges

Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou um vídeo na noite desta segunda-feira (31) que traz uma frase atribuída ao líder fascista Benito Mussolini. O presidente publicou em sua página oficial do facebook as imagens que, segundo ele, resumiriam o que “passamos nos dias de hoje”.

O vídeo mostra um idoso italiano caminhando pela rua e realizando um discurso supostamente a favor da liberdade. Em determinado momento, o homem cita uma frase que é atribuída ao líder fascista italiano: “Melhor um dia como leão do que cem anos como ovelha”.

Leia também

Na legenda da postagem, Bolsonaro diz que o discurso do idoso resume o atual cenário vivido pelo povo brasileiro. "Em 1 minuto o velho italiano resumiu o que passamos nos dias de hoje", escreveu o presidente.

Em 2016, em sua conta oficial no twitter, Donald Trump publicou a mesma fala. Bolsonaro é abertamente admirador do atual presidente dos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

De acordo com o portal UOL, no entanto, a frase surgiu antes mesmo do fascismo ser instaurado na Itália. A sentença teria origem na comemoração da Batalha do Rio Piave, ainda na Primeira Guerra Mundial.

Por volta de 1800, o sultão indiano Tipu de Mysore teria proclamado uma frase análoga ao dizer que “prefere viver dois dias como um tigre, do que duzentos anos como uma ovelha".

Eduardo Bolsonaro faz novo post polêmico

Também na noite deste domingo (31), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado federal e filho do presidente, atribuiu erroneamente uma frase a Winston Churchill, ex-Primeiro-ministro do Reino Unido.

Segundo Eduardo, Churchill teria dito: “Os fascistas do futuro, se chamarão (sic) a si mesmos de antifascistas”. A frase atribuída ao político britânico nunca foi dita por ele.

A postagem de Eduardo aconteceu no mesmo dia em que manifestantes que se denominaram “antifascistas” foram às ruas em defesa da democracia, opondo-se a apoiadores do governo Bolsonaro.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.