Bolsonaro atende pessoas fake em programa com nome igual a um de Hugo Chavez

Anita Efraim
·2 minuto de leitura
Brazil's President Jair Bolsonaro adjusts his mask as he leaves Alvorada Palace, amid the coronavirus disease (COVID-19) outbreak in Brasilia, Brazil May 13, 2020. REUTERS/Adriano Machado     TPX IMAGES OF THE DAY
Vídeo foi postado pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Na manhã desta quarta-feira, 1º, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) postou um vídeo em que responde perguntas de cidadãos brasileiros. Na publicação há duas pessoas, um homem e uma mulher. No entanto, as fotos usadas são genéricas, tiradas de bancos de imagem.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A primeira pessoa a perguntar é uma mulher identificada como Maria Eulina, de Penaforte, Ceará, que pergunta sobre a transposição do Rio São Francisco. No último dia 26, o presidente inaugurou parte da obra no mesmo estado.

O outro seria Francisco Valmar, do Rio Grande do Norte. Ele pergunta se há boas notícias em relação à trens urbanos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

As imagens dos dois cidadãos foram encontradas em bancos de imagem pagos. A informação foi postada no Twitter por usuário da rede social e confirmada pela reportagem do Yahoo! Brasil.

Imagem de homem identificado como Francisco Valmar está em banco de imagem (Foto: Reprodução)
Imagem de homem identificado como Francisco Valmar está em banco de imagem (Foto: Reprodução)

Leia também

Internautas também lembraram que outro presidente já fez uma peça publicitária similar: Hugo Chávez, quando presidente da Venezuela, também tinha um programa com o nome “Alô, presidente”.

Questionada se os cidadãos que aparecem no vídeo são reais, a Secretaria de Comunicação afirmou que a peça era um piloto e, por isso, não tinha “caráter oficial”. Após a divulgação da informação de que as fotos eram de bancos de imagem, o vídeo foi apagado das redes do presidente.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.