Bolsonaristas são demitidos da Secretaria da Cultura na véspera da posse de Regina Duarte

EDUARDO MOURA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na véspera da posse de Regina Duarte, seis pessoas foram demitidas da Secretaria Especial da Cultura, segundo reportagem do jornal O Globo.

Os nomes são Camilo Calandreli (secretário de Fomento e Incentivo à Cultura), Reynaldo Campanatti (secretário da Economia Criativa), Gislaine Targa (chefe de gabinete da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura), Raquel Brugnera (chefe de Gabinete da Secretaria da Economia Criativa), Ednagela Santos (diretora do Departamento de Promoção da Diversidade Cultural) e Ricardo Freire Vasconcellos (diretor do Sistema Nacional de Cultura).

A reportagem conseguiu contato com Camilo Calandreli, que disse ser "bolsonarista, olavista e patriota". Questionado se todos os demais demitidos também tinham perfil bolsonarista, Calandreli disse que sim.

Sobre Regina Duarte, futura secretária da Cultura, Calandreli afirmou que não tem nada a dizer, mas que "a carta branca quem deu a ela foi o presidente [Bolsonaro]".