Bolsonarista tira foto sem máscara ao lado da mãe internada em hospital e ironiza: "comunavírus"

Jovem tira foto sem máscara ao lado da mãe internada no hospital - Foto: Reprodução/Twitter

Um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) causou polêmica nas redes sociais. O jovem Jorge de Moraes publicou em suas redes sociais uma selfie na qual aparece sem máscara ao lado da mãe, que está internada em um hospital de Jundiaí, no interior de São Paulo. Na postagem, ele chegou a ofender o atual governador paulista, João Dória (PSDB), e ainda xingou a Organização Mundial de Saúde (OMS). Na sua apresentação na rede social, Jorge afirma que é “católico, patriota, conservador e aluno do professor Olavo de Carvalho”.

"No hospital, sem máscara, ao lado da minha mãe. Eu não me curvo ao globalismo. OMS v... s... f...”, escreveu o rapaz junto com a hashtag #DoriaBosta.

Leia também

Após repercussão, o apoiador do presidente se desculpou no Twitter e afirmou que apagou o tuíte anterior, publicado no último fim de semana. No dia seguinte, na segunda-feira, dia 18, ele fez uma nova selfie, desta vez com uma máscara improvisada onde se lê a frase "100% Bolsonaro". Segundo uma resposta a um internauta, ele explicou que sua mãe está com problemas na urina, mas não cita que ela tenha suspeita do novo coronavírus

"Apaguei os tweets acerca das máscaras. Reconheço que agi de maneira imprópria. Me desculpem os que se sentiram agredidos com isso. Temos que tomar os cuidados necessários. Mas sem exageros. Me expressei mal. Me desculpem, mais uma vez", disse no domingo, um dia antes de postar uma foto com máscara:

“Acabo de preparar minha máscara. Ela protege contra o coronavírus e contra o comunavírus. Dupla proteção”, afirmou o jovem na segunda-feira.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Na manhã desta terça-feira, o rapaz fez uma nova publicação citando que foi desrespeitado e atacado nas redes sociais por causa de suas postagens.

"Esquerdistas militantes não tem pudor. Vale tudo para defender as suas ideologias loucas. Desrespeitam pessoas, desprezam as suas dores e atacam quem os questiona. A esquerda estragou toda uma geração. Vai demorar para corrigir isso. Mas vai mudar. Deus é conosco", disse nas redes sociais.

A cidade de Jundiaí teve cerca de 397 casos de coronavírus, em dados divulgados pela prefeitura até às 15h do dia 18 de maio. Segundo o boletim, já são 31 mortes por Covid-19, 232 recuperados e 134 pacientes ainda internados.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

***Do Extra