Bolsa cai mais de 10% e suspende negociações pela segunda vez na semana

Foto: Xinhua/ via Getty Images

Ibovespa caiu mais de 10% e atingiu o segundo circuit breaker da semana, às 15h15 desta quarta-feira (11). O índice chegou a alcançar 82.887 pontos antes de ter o pregão suspenso. Após a pausa, as atividades foram retomadas com queda de 10,12%. Para uma nova paralisação é precisa de uma queda de mais de mais de 15%.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Notícias no Google News

O mecanismo foi acionado depois que a OMS declarou que o Coronavírus é considerado uma pandemia. Em fevereiro, a organização já havia mudado a avaliação da ameaça internacional para “muito alta” em fevereiro.

Leia também

“Estamos profundamente preocupados com os níveis alarmantes de disseminação e severidade e com os níveis alarmantes de inação. Por isso, avaliamos que o Covid-19 pode ser caracterizado como uma pandemia", afirmou o diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus em entrevista coletiva.

Pela regra da bolsa brasileira, quando a queda passa de 10% é acionado automaticamente o circuit breaker, mecanismo que interrompe as negociações por 30 minutos. Na segunda-feira (9), logo no início das atividades, os negócios também foram suspensos, quando o Ibovespa recuou 10,02%.

Na segunda-feira, bolsa passou pela pior sessão desde 1998, com queda de mais de 12%, antes de se recuperar parcialmente na terça-feira (+ 7,14%).

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.