'Bohemian Rhapsody' será lançado na China com cenas sobre homossexualidade cortadas

(Imagem: divulgação Fox)

Depois de alguns meses de incerteza, ‘Bohemian Rhapsody‘ finalmente ganhou uma data para chegar aos cinemas da China. O filme que conta a história de Freddie Mercury e do Queen será lançado no país em março, mas terá cerca de dois minutos cortados. A nova edição não terá referências ao fato do vocalista ser homossexual e nem cenas que mostrem uso de drogas.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

O governo chinês tem um longo histórico de censurar elementos que o desagrade antes de liberar grandes produções de Hollywood para exibição em seus cinemas. Filmes como ‘Logan’ e ‘A Forma da Água’ (vencedor do Oscar em 2018) tiveram cenas de violência e nudez cortadas, por exemplo.

Durante a cerimônia do Oscar, uma emissora chinesa mudou a tradução de parte do discurso de Rami Malek, protagonista de ‘Bohemian Rhapsody’, quando ele subiu ao palco para receber seu Oscar de melhor ator. A frase “Nós fizemos um filme sobre um homem gay” foi traduzida na legenda do canal de streaming Mango TV para “Nós fizemos um filme sobre um grupo especial”.

Leia mais: Lady Gaga desabafa sobre ‘romance’ com Bradley Cooper

Financeiramente, a estreia de ‘Bohemian Rhapsody’ deverá se provar um grande negócio. Até aqui o filme já alcançou US$ 861 milhões nas bilheterias mundiais, número que irá crescer ainda mais com o lançamento naquele que se tornou um dos mercados mais importantes para as grandes produções do cinema.

Assista a seguir: Os vencedores do Oscar 2019