Bob Dylan lança livro examinando a natureza da canção na obra de outros artistas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor e compositor Bob Dylan, prêmio Nobel de Literatura em 2016, lança em 1º de novembro o livro "The Philosophy of Modern Song", em que investiga a natureza da canção popular em 60 ensaios. É o primeiro livro de Dylan desde 2004, quando publicou "Crônicas: Volume 1", primeira parte de sua obra memorialística.

O autor dos discos "Blonde On Blonde", de 1966, e "Blood On The Tracks", de 1975, se dedica à coletânea de ensaios desde 2010. Em "The Philosophy of Modern Song", Dylan examina canções de figuras eminentes da música popular, como Stephen Foster, Nina Simone, Hank Williams e Elvis Costello. Em cada análise, Dylan dá vazão ao tom meditativo de sua própria obra, investigando a condição humana. Durante a leitura, 150 fotos são espaçadas, ilustrando o conjunto de ensaios.

É o primeiro trabalho do compositor de 81 anos a ser lançado desde o álbum "Rough And Rowdy Ways", de 2020. Com o disco, Dylan se tornou o primeiro cantor a alcançar o top 40 da Billboard em cada década desde 1960. Em seu novo livro, Dylan também compartilha muito do que aprendeu sobre a arte da canção durante toda a sua carreira.