Plus Size: cinco dicas de moda para arrasar nas festas

Tá Na Moda

Se no dia a dia já não é tão fácil encontrar roupas modernas acima do manequim 44, já que grande parte das marcas resume a esse número sua grade, se produzir para noites de festa se torna uma dificuldade ainda maior para consumidoras plus size. De olho nessa demanda não cresce apenas o número de marcas voltadas a esse segmento como também estilistas que desenvolvem linhas especiais em suas grifes para atender “mulherões”.

Leia também:
Cinco erros das celebridades nas festas ( e o que a gente pode aprender com eles)
"Plus size": porque são difíceis e caras as roupas para as gordinhas?
As lições de estilo plus size da atriz Octavia Spencer

Neste próximo sábado, dia 23 de agosto, acontece a décima edição do Fashion Weekend Plus Size, principal evento de moda plus size do Brasil. A novidade dessa vez é que entre as 12 marcas especializadas no segmento que apresentarão suas coleções está um estilista veterano em moda festa, Arthur Caliman, que criou uma linha sob medida para as cheinhas. “A grife agora está mais estruturada e entendendo melhor as mulheres curvilíneas. Estudamos os desejos e necessidades destas mulheres e fizemos descobertas incríveis”, disse o estilista que promete apresentar uma coleção que contempla os mais diferentes biótipos e com 30% de peças para ocasiões especiais como noivado e formatura. “Queremos vesti-las para brilhar, chegar em uma festa e roubar a cena!”, completou Arthur Caliman.

E, para brilhar, é preciso fazer a escolha que mais valorize a sua silhueta – afinal, nem todo mundo que usa manequim 48, por exemplo, tem o mesmo corpo. Conhecer suas curvas, estar ciente dos pontos fortes (e daqueles que a gente prefere disfarçar) é o primeiro passo para arrasar nas festas. Veja abaixo mais 5 dicas que vão ajudá-la a roubar a cena da melhor maneira: pela elegância!

1. Sensualidade na medida: recortes e decotes são bem-vindos

A sensualidade está mais em sugerir, do que revelar. Recortes nas laterais, além de forte tendência, mesmo que sutis emprestam um toque sexy aos longos de festa. A abertura deve estar localizada em uma área mais enxuta e, de preferência, recoberta de tule: não fica elegante gordurinhas entre os recortes. Se um dos seus pontos fortes é o busto, pode caprichar no decote: para que fique chique, e não vulgar, escolha apenas uma área do corpo para evidenciar.

2. Tomara-que-caia: use com moderação

Vestidos tomara-que-caia são um clássico da moda festa mas dependendo da modelagem pode nos cair bem -- ou não. O primeiro ponto a se observar é em relação ao desenho e altura do decote, que deve dar cobertura àquela gordurinha que fica próxima a axila (e acomete a nós mulheres de todos os tamanhos!). Mais um detalhe que faz a diferença: o recorte abaixo do busto. Caso se tenha barriguinha, o melhor é evitá-lo já que ele pode marcá-la dando um efeito de roupa de gestante. Em relação ao colar, escolha modelos que deixem um "respiro" entre o pescoço e o colo, para deixar a silhueta mais alongada.

3. Estampas dão estilo e não engordam!

Esqueça essa história de que gordinha tem que usar preto: as estampas são ótimas para dar estilo aos looks. O que faz diferença na silhueta são as modelagens que podem sim nos favorecer ou não. Saias com caimento levemente evasê, ou seja, que caem sem marcar e nem dar volume são uma boa opção para as gordinhas. Marcar a cintura também é interessante desde que não se tenha muito busto: nesse caso a modelagem acinturada irá dar um efeito de busto ainda maior.

4. Tecidos leves e fluidos são ótimos parceiros de festas

Tecidos mais finos, como a musseline de seda, cujo caimento é fluido, valoriza a beleza de mulheres dos mais diferentes biótipos. Por ser cortado em várias camadas (em uma só o tecido é transparente), ele possui um caimento glamouroso sem marcar as formas. A leveza permite brincar com as formas e criar assimetrias, como um ombro só -- que dá modernidade ao look ao mesmo tempo que ajuda a disfarçar gordurinhas nos braços.

5. Drapeados estão liberados

Outro mito da moda para gordinhas: que não se pode usar drapeados. Desde que feitos em tecidos leves e não deem mais volume os drapeados são bem-vindos sim e podem até jogar a favor. A atriz Octavia Spencer, por exemplo, é uma adepta dos drapeados nos tapetes vermelhos e sempre chama a atenção pela elegância, já que os drapeados criam um bonito movimento e dão charme extra. Na dúvida opte pelos drapeados diagonais, que costumam valorizar os mais diferentes tipos físicos.

P.S O Fashion Weekend Plus Size acontece no próximo sábado, dia 23/08, em São Paulo, e é aberto ao público mediante a compra de ingressos. Para mais informações acesse o site do evento: www.fwps.com.br

Instagram @daniferrazmoda