Fetiche: Sexo no avião

Uma coisa que eu nunca entendi foi esse fetiche que as pessoas têm de fazer sexo naquele banheiro minúsculo do avião. Se usar aquele banheiro para fazer o que ele é destinado já é difícil, imagina estar ali com outra pessoa. Não consigo nem imaginar o que fazer para fechar a porta.

Leia também:
Por que escolhemos relações complicadas?
Você conhece os assexuados?

Passeando pela internet e pesquisando sobre o assunto descobri que essa é uma tara BEM frequente. Talvez pela dificuldade mesmo, pela adrenalina de fazer algo proibido ou ser pego. Além disso, a cara de pau necessária para entrar naquele banheirinho com outra pessoa tem que ser das maiores.

E além disso tudo que eu já esperava, descobri que uma companhia aérea americana, a Cincinnati's Flamingo Air, resolveu facilitar a brincadeira dos passageiros e apimentou os voos românticos que oferecia há 21 anos liberando o sexo dentro da aeronave.

Os casais são recebidos com champanhe e bombons e ficam separados do piloto por uma cortina — mas fique tranquilo, o piloto está ocupado demais, e usando fones de ouvido, para xeretar a diversão alheia. A cabine dos pombinhos é toda acolchoada e confere um conforto nunca visto antes por quem curte a prática de sexo aéreo.

Clique aqui para ver uma matéria de uma emissora americana mostrando como é a área interna do avião.

A "suíte" custa por volta de R$ 730 e o voo dura uma hora, com diversas opções de itinerário. A companhia afirma que 90% das reservas são feitas por mulheres que pretendem levar uma experiência mais romântica ao relacionamento.

Não sei se quem tem o fetiche do sexo no banheiro do avião toparia algo assim, já que é tudo certinho, permitido, com espaço e até regalias. Mas para quem não precisa de nenhum desses outros ingredientes, é uma boa ideia.

Ah, só pra que você saiba, sexo no avião, no Brasil, não é permitido. Você pode ser preso e tudo mais. Cuidado!

Você aceitaria uma viagem dessas? Você tem alguma fantasia sexual?

Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda pra mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos