Clima que atrai insetos

Família

Em determinados climas e períodos do dia, os insetos podem atacar com mais intensidade. Entenda por que isso acontece

Quem já passou por uma chuva ou foi acampar em locais de clima quente e úmido sabe: há temperaturas e períodos do dia em que os insetos aparecem em bando e com mais força – e haja repelente para proteger-se deles nesses momentos! Também é comum que em cidades litorâneas, por exemplo, haja mais desses bichinhos do que em cidades mais frias, incomodando os visitantes.

Isso acontece, segundo Sergio Vanin, entomologista do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), porque a umidade e a temperatura alta facilitam a proliferação dos insetos, em geral. Isso explica a prevalência de mosquitos tanto em locais mais úmidos e quentes quanto em determinadas épocas do ano.

“No sudeste e sul do Brasil, as chuvas são mais frequentes do fim da primavera ao verão, o que coincide com o aumento da temperatura. Por isso os insetos são mais abundantes nessa época do ano”, explica o especialista. “Os estágios jovens dos insetos completam o desenvolvimento, adquirem as asas e se dispersam através do voo”, completa.

Aleluias ao entardecer
Nos entardeceres da primavera, outro problema muito comum aparece: as chamadas aleluias, bichinhos que invadem as casas atraídos principalmente pelas luzes, e depois que perdem as asas viram cupins. “A invasão das casas pelas formas aladas de formigas e cupins (aleluias ou siriruias), pelos mosquitos, e por outros insetos como besouros e mariposas, no início da noite e principalmente após uma chuva forte de verão, é bem conhecida de todos”, diz Vanin. “Uma forma de prevenção para a entrada de insetos nas residências é utilizar telas nas janelas e portas”.

Já o horário dos ataques de mosquito varia conforme a espécie: o da dengue pica no início da manhã e fim da tarde, quando o ambiente está mais fresco. “Entretanto, ele pode picar ao longo do dia, onde houver sombra, dentro ou fora da residência”, diz o especialista. “No caso dos mosquitos, a prevenção principal é evitar a existência de criadouros das larvas no interior das residências, nos jardins, quintais e terrenos baldios”.