Veja o que rolou nos bastidores da festa “Vem aí” da Globo

Em Off

A festa de lançamento da programação da Globo (chamada de "Vem aí"), que ocorreu na noite desta quarta-feira no Citybank Hall, em São Paulo, foi, como não poderia deixar de ser, badalada. O elenco em peso passou por lá. Alguns chamaram mais a atenção (para o bem ou para o mal).

Gabriel Braga Nunes, como sempre, estava, digamos no mundo da lua. "O clima da novela 'Em Família' está ótimo. Não ocorreu nada disso que publicaram", disse o ator de poucas palavras sobre os rumores de que teria se estranhado com alguns atores da equipe da novela de Manoel Carlos. Detalhe: Gabriel conversou com poucos atores no evento...Já Ana Beatriz Nogueira, que teria chorado nos bastidores da trama por causa de Gabriel, tentou amenizar, mas não desmentiu o climão. "Gente, já passou. Está tudo bem agora. Houve um certo exagero, mas vamos falar de coisas boas?", disse ela, que é sempre querida.

Glória Pires chegou num modelito lindo, cor de chumbo, e muito magra, porém o belo visual não condizia com seu estado espírito. "Recebi a sinopse da novela do Gilberto Braga, mas não sei se posso falar algo. Se for fazer uma mulher que é devoradora de homens como estão dizendo, vai ser diferente e muito bom. Sobre "Dr. Pri" (série de Aguinaldo Silva), que eu saiba foi adiada. Saiu que foi cancelada?", disse a atriz tentando desconversar sobre o assunto. Resumindo, houve uma disputa interna pela atriz. "Dr. Pri" é de Aguinaldo Silva. Há rumores de que série foi adiada porque Gilberto venceu a "briga".

Susana Vieira estava lá, claro. Questionada pelo blog sobre o fato Paolla Oliveira ter faturado o prêmio de melhor atriz, categoria na qual Susana e Vanessa Giácomo concorriam, no Melhores do Ano do "Domingão", o que gerou muita polêmica, ela disparou: "Não quero falar disso porque acho indelicado. Ali na hora, nós duas (ela e Paolla) dizíamos que a Vanessa iria ganhar. Quando saiu o resultado, nos surpreendemos, sim, mas a Paolla é uma querida também, boa atriz. A gente se deu muito bem e brincava muito. Eu dava dicas para ela, dizia para ser menos mocinha algumas cenas. Ela é linda e acho que agora tem fazer mais papéis que fujam um pouco disso". Pronto, falou.

O casal mais fofo do evento, sem dúvidas, era Lázaro Ramos e Taís Araújo. Os dois falaram animadamente sobre seus papeis em "Geração Brasil", próxima novela das sete, assinada por Filipe Miguez e Izabel de Oliveira(os mesmos do sucesso de "Cheias de Charme". "O que mais curtir é ter o Luís Miranda como minha mãe na história. Uma piração", disse Lázaro, que fará um guru americano. Ele não deve contracenar com a mulher. "Nossos personagens não terão cenas juntos. De qualquer forma, é o terceiro trabalho que fazemos um ao lado do outro". Taís estava animada. "Serei uma jornalista em começo de carreira. Tudo acontece com ela, gente, vocês vão ver". Precisa dizer que se trata de uma comédia? Cláudia Abreu e Murilo Benício serão protagonistas.

Cauã estava lindo, reinando e chamando a atenção de todas as moças do local (Grazi Massafera, sua ex-mulher, chegou estrategicamente bem depois do ator), principalmente de Tatá Werneck que não parava de brincar com ator no palco. Aliás, a atriz, Marcelo Adnet e Leandro Hassum apresentaram a festa, que vai virar programa, e roubaram a cena. Rap, funk, correria, texto improvisado, brincadeiras com a plateia, erros. Eles fizeram de quase tudo sem perder a graça. O trio salvou a gravação que teve alguns problemas técnicos. Os microfones não funcionavam e a todo momento as performances precisavam ser refeitas.

Fausto Silva subiu no palco irritado para falar da novidades do "Domingão". "Disseram que não para eu me estender muito. Então, não vou. Faço um programa ao vivo e as novidades são apresentadas ali na hora, como foi o caso do 'Artista Completão', anunciado neste domingo". E lá foi ele embora. Um dos melhores momentos foi quando o elenco de "A Grande Família" subiu no palco. Antes, foram exibidas esquetes de outros programas comentando o fim da atração. No palco, os artistas comentaram que alguém vai morrer na história e houve um jogo de cena para saber quem seria. Neste momento, os atores que estavam na plateia fizeram suas brincadeiras ensaiadas. Miguel Falabella fez graça e pareceu não gostar do desempenho da direção do evento. "Estou com meu texto decorado, quero sabe se estou bem no vídeo!", bradou.

Outro que reclamou foi Zeca Pagodinho que se apresentou na festa. "Mandaram eu entrar, mas esqueceram de avisar a banda, né? Vamos voltar". Paulinho da Viola também fez um número musical. Ambos foram aplaudidos de pé, lógico, assim como a performance que homenageou Ney Matogrosso (na época do grupo Secos & Molhados), que estava na plateia e assina a música tema da série "O Caçador", protagonizada por Cauã Reymond. Os dois, aliás, engataram uma boa conversa no final do espetáculo. Ney sentou no chão enquanto o ator ficou em sua cadeira.

Fernanda Lima estava animada, mas não queria dar entrevista. Ao fim da festa, disse para os repórteres. "Ai, gente, relaxa. Pega uma caipirinha, vamos curtir". Adoro. O show acabou por volta da 1h. Os atores e autores mais velhos foram embora mais cedo. Estavam lá atores como Fernanda Montenegro, Nathália Timberg, Milton Gonçalves, os autores Benedito Ruy Barbosa, Gloria Perez e Walcyr Carrasco e diretores como Mauro Mendonça Filho e Ricardo Waddington, entre outros.