BLACKPINK: single em junho antecipa 1º álbum, que sai em setembro

O BLACKPINK surgiu em 2016, na Coreia do Sul, e virou um fenômeno do k-pop

O maior grupo feminino de k-pop ainda nem tem um álbum completo e já é um fenômeno no gênero. Isso muda em setembro, quando o BLACKPINK (grafado assim mesmo, todo em maiúsculas) põe no mercado seu primeiro trabalho nesse formato. Mas a obra será antecipada por um single já em junho, e outro, em “modelo especial”, em julho ou agosto. Nenhum título foi divulgado.

O anúncio oficial foi feito pela YG, que empresaria o BLACKPINK, na noite deste domingo (17), no fuso horário do Brasil. O comunicado gerou uma euforia dos fãs que atravessou a madrugada.

Antes do singles e do álbum completo, porém, o BLACKPINK comparece em “Sour Candy”, faixa de Lady Gaga com participação do grupo sul-coreano que está em “Chromatica”, novo álbum da cantora, a ser divulgada no dia 29 de maio. A YG aposta que a canção será responsável por um salto global do quarteto.

Conhecido por hits como “Kill This Love”, o BLACKPINK surgiu em 2016, em Seul, capital da Coreia do Sul. Em 2019, fez a turnê mundial In Your Area.