Black Friday: como evitar golpes em compras pela internet? Descubra nova técnica para não cair em fraude

Segundo um levantamento realizado pela Math Ads, empresa especializada em gerenciamento de mídias digitais, apontou que 90% dos brasileiros realizam pesquisas nos sites de buscas para aumentarem o nível de segurança das compras.

Esse comportamento tem levado os empresários a mudarem a forma de divulgar os produtos na Black Friday, período de promoções realizado em novembro. Sobre isso, Derik David, especialista em Google Meu Negócio, explicou o novo comportamento dos consumidores.

"As pessoas estão procurando cada vez mais utilizar plataformas que diminuem os riscos de golpes durante a Black Friday. Esse é um dos motivos que levado muitos clientes a ter o primeiro contato com o vendedor direto pela ferramenta do Google", disse.

Black Friday: como aproveitar o evento sem perder dinheiro?

De acordo com Derik, o acesso a informações cada vez mais completas e com atendimento ao cliente nos próprios serviços do Google têm contribuído para o aumento do uso da plataforma.

"As publicações no Google estão cada vez mais detalhadas e se a pessoa precisar de um suporte, o atendimento pode ser realizado por lá mesmo. Em alguns casos, isso pode dispensar até a ida do cliente ao local", afirmou o especialista.

Derik comentou ainda sobre as análises das postagens que permitem maior segurança para os clientes. "Os próprios analistas do Google verificam as postagens, se elas não se enquadram nas exigências do plataforma, elas...

Veja mais


Veja também

Gkay compra bolsa de luxo com caixa de som e internet não perdoa: 'Socorro'
Black Friday 2020: saiba como aproveitar as ofertas e controlar compras por impulso
Wishlist de beleza: 8 itens de pele e cabelo para garantir na Black Friday