Especialista dá dicas de como aproveitar e economizar na Black Friday

·2 min de leitura

O Yahoo Vida e Estilo busca encontrar os melhores produtos, com os melhores preços, para você. Os produtos indicados são vendidos por parceiros comerciais. Poderemos ser remunerados se a compra for efetivada. Os preços correspondem àqueles verificados na data deste artigo. Preços e disponibilidade sujeitos a variação.

Sabemos da importância comercial da Black Friday, e sabemos também da atual situação do Brasil, onde toda semana temos aumentos e inflações. Por isso, para esclarecer algumas dúvidas conversamos com André Bernardes, co-fundador e CEO da Zippi, empresa de cartão de crédito feito para autônomos. Antes de empreender, André trabalhou na área de produtos estruturados no Merrill Lynch e também na fintech MoneyHero, em Hong Kong.

Em um ano desafiador como 2021, como diz Andre, ele acredita que há uma grande expectativa de consumo na data. Baseado na pesquisa da E-bit/Nielsen, a Black Friday esse ano deve movimentar 110 bilhões de reais. 

Leia também

Fazendo uma comparação de 2020 com 2021 André reforça "Vale recordar que no último ano, ainda não havia um panorama tão claro em direção ao retorno das principais atividades públicas e nem uma perspectiva econômica, como temos hoje com o avanço significativo da vacinação – chegando a mais de 50% da população brasileira e, consequentemente, do consumo em todos os ambientes. Mesmo assim, em um panorama ainda incerto, em 2020, somente na internet, as vendas na data bateram recorde no país, movimentando ao todo 4 bilhões de reais, um aumento de 25% em relação a 2019, segundo dados da consultoria Ebit/Nielsen."

E relembra também outro retrato econômico da época "com PIB caindo ao pior patamar em 24 anos, a uma queda de 4,1%, e ainda com um expressivo volume em vendas. Dito tudo isso, agora, em 2021, as projeções são as melhores possíveis."

Com uma visão otimista em relação ao cenário econômico e perspectivas de consumo, bem como a queda da taxa do desemprego e melhora da situação sanitária, retorno aos eventos presenciais, entre outros fatores, vemos como tendência um aumento no fluxo de pessoas no varejo físico. Assim, além do ambiente online, também as vendas físicas devem registrar melhores resultados."

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

André também reforça um cuidado especial para que os consumidores não "atropelem" suas finanças, então é importante ter ciência de quanto você pretende investir em uma compra, e ainda avisa "não adianta esperar até esta data para comprar um produto, sem ter o valor para o pagamento e entrar num ciclo negativo, uma verdadeira bola de neve"

André dá sua última dica para quem tem planos de comprar na Black Friday:

"Meu conselho é planejar o que deseja adquirir no período, realizar uma pesquisa prévia de valores e analisar as melhores condições de cada loja. O ideal é nunca gastar mais do que pode pagar, isso porque a fatura vai chegar. Uma boa pedida para gastos com ticket médio baixo é pensar no cartão da Zippi que é voltado para os profissionais autônomos e quem tem renda semanal."

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos