Bira, baixista do sexteto do Jô Soares, morre aos 85 anos

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 12.03.19 - Bira - Premio do Humor, Idealizado pelo humorista Fabio Porchat, homenageando Jo Soares. (Foto: Marcus Leoni/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ubirajara Penacho dos Reis, o Bira, baixista do Programa do Jô, morreu na manhã deste domingo (22), aos 85 anos, em São Paulo.

Bira estava internado desde a sexta-feira (20) no hospital Sancta Maggiore, na Mooca, em São Paulo, por causa de um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A morte do músico baiano, nascido em Salvador, foi confirmada pela Globo. Bira ficou conhecido por integrar o sexteto musical do Programa do Jô. Mestre do baixo elétrico, era dono de uma risada inconfundível que cativava o público pela forma bem-humorada com que interagia com o apresentador e seus convidados. ​

A parceria de mais de duas décadas com Jô Soares extrapolou emissoras e, entre 1992 e 2016, Bira passou pelo SBT e pela TV Globo, apresentando-se diariamente no talk show do apresentador.

O baixista era autodidata e foi da amizade com músicos na UFBA (Universidade Federal da Bahia) que despontou sua afinidade com o instrumento. Passou a integrar o coral universitário e nunca mais deixou a carreira.

Também fez parte da orquestra do mestre Zezinho, que tocava em diversos programas de Sílvio Santos, entre eles o "Qual É a música?".

Nas redes sociais, o cantor Nando Reis lamentou a morte do músico. "Sua alegria contagiante era fundamental para quebrar o nervosismo que sempre toma conta de mim quando tenho que fazer televisão", escreveu.

"Um ótimo amigo de todos, amava a música e o Corinthians", lamentou Serginho Groisman também nas redes sociais.

Outras personalidades, como Marcelo Adnet e Maria Rita, também lamentaram a morte do músico em suas contas pessoais. O programa "The Noite", comandado por Danilo Gentili, no SBT, prestou homenagem a Bira e disponibilizou a íntegra da entrevista com ele, que foi ao ar em julho de 2018.

Ainda não há informações sobre velório e enterro.