Billie Eilish vence o Grammy de Gravação do Ano e dedica para Megan Thee Stallion

Catharina Dourado
·1 minuto de leitura
A cantora venceu o prêmio pela música
(Getty Images)

A 63ª edição do Grammy chegou ao fim! Ringo Starr anunciou que o último prêmio da noite, o prestigiado gramofone dourado de Gravação do Ano, é de Billie Eilish pela melancólica “everything i wanted”.

Beyoncé (“Black Parade”), Black Pumas (“Colors”), DaBaby feat. Roddy Ricch (“Rockstar”), Doja Cat (“Say So”), Dua Lipa (“Don’t Start Now”), Post Malone (“Circles”) e Megan Thee Stallion feat. Beyoncé (“Savage”) estavam concorrendo à categoria.

No palco, Billie dedicou o prêmio para Megan Thee Stallion. “Megan, você merece este prêmio, você teve um ano insuperável. Você é uma rainha, quero chorar quando penso no quanto você é especial e trabalhou por isso. Vamos aplaudir Megan Thee Stallion”, pediu a cantora.

Olha só a reação da Megan:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Billie Eilish também levou a melhor na categoria Melhor Música para Mídia Virtual com “No Time to Die”, da trilha sonora do filme “007 Sem Tempo Para Morrer”. Com os dois novos prêmios, ela já acumula sete gramofones. Chique, né?