Bilionário mexicano revela que tem 10% de fortuna investida em bitcoins

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Ricardo Salinas Pliego. (Foto: Carlos Alvarez/Getty Images)
Ricardo Salinas Pliego. (Foto: Carlos Alvarez/Getty Images)

O bitcoin, mais famoso e popular criptoativo, vive dias de alta, com sua cotação se aproximando da máxima histórica, a cerca de US$ 18 mil, nesta semana.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Um dos motivos para a valorização é o cenário de instabilidade global, afetado pelas sucessivas ondas da COVID-19. Mas há outros fatores, também.

Leia também:

Entre eles, um dos mais relevantes é a adoção cada vez mais acelerada do bitcoin por grandes empresas, como o Square e o Paypal, mas também por grandes investidores. “Bolsos” bilionários que, se antes olhavam com desconfiança, agora começam a colocar muito dinheiro nesse ativo digital.

Um exemplo é o bilionário mexicano Ricardo Salinas Pliego, segundo homem mais rico do México, dono de uma rede de TV e de um banco, além de outros investimentos.

No Twitter, Pliegos revelou que atualmente cerca de 10% de seu portfólio líquido está investido em bitcoins.

O empresário entrou em defesa do criptoativo, disse que “o bitcoin protege o cidadão da expropriação do governo” – uma referência ao fato de ele dispensar regulamentações de órgãos controladores centrais institucionais.

As transferências de bitcoins são todas feitas em uma rede aberta, a blockchain, e por isso dispensa intermediários.

Pliegos ainda deu uma dica de leitura para interessados: o livro “O Padrão Bitcoin”, de Saifedean Ammous. “Este é o melhor e mais importante livro para entender o bitcoin”, disse o bilionário.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube