Biden nomeia brasileira para integrar força-tarefa contra Covid-19 nos EUA

·1 minuto de leitura
President-elect Joe Biden removes his face mask as he arrives to speak Monday, Nov. 9, 2020, at The Queen theater in Wilmington, Del. (AP Photo/Carolyn Kaster)
Nomeação de conselho foi divulgada por Biden nesta segunda-feira, 9 (Foto: AP Photo/Carolyn Kaster)

Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden anunciou nesta segunda-feira, 9, os nomes que integrarão o conselho consultivo para o combate à pandemia do coronavírus. Entre os integrantes está Luciana Borio, que é brasileira.

Luciana Borio é pesquisadora sênior de saúde global do Conselho de Relações Exteriores dos Estados Unidos, além de ter sido diretora de preparação média e de biodefesa do Conselho de Segurança Nacional do país. Ela também já ocupou o cargo de cientista-chefe interina da FDA, equivalente a Anvisa.

A equipe foi formada por especialistas em saúde pública para aconselhar Joe Biden e Kamala Harris, vice-presidente, além de equipe de transição. Também integram o conselho David Kessler, Vivek Murthy e Marcella Nunez-Smith.

No comunicado divulgado hoje, Biden afirmou que lidar com a Covid-19 é “uma das batalhas mais importantes que nosso governo enfrentará” e garantiu que será guiado pela ciência e por especialistas.

Leia também

Joe Biden já está se movimentado, após ter sido declarado vencedor no último sábado, 7. No entanto, Donald Trump ainda não aceitou a derrota.

Entre os objetivos do conselho estão: moldar a abordagem para gerenciar o aumento de infecções pelo coronavírus, garantir a segurança e a eficácia das vacinas, além da distribuição equitativa e gratuita, e proteger populações mais vulneráveis.

Nesta segunda-feira, a Pfizer anunciou que, em testes preliminares, a imunização testada pela empresa mostrou eficácia de 90%.