BGS premiará desenvolvedores amadores de jogos com R$ 6.000 e estágio em estúdio

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP - 10.10.2018: 11º edição da Brasil Game Show, onde são esperados cerca de 300 mil visitantes que poderão conhecer as novidades de mais de 250 empresas, visitar centenas de estandes, torneios de eSports, competições de cosplay, diversos convidados internacionais, influenciadores digitais e muito mais. (Foto: Emerson Santos /Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dentre as novidades da 12ª edição da BGS, uma em especial irá agradar os desenvolvedores amadores de games. O BGS JAM, uma maratona de desenvolvimento de jogos anual, irá premiar seus vencedores com um estágio no estúdio de games Skullfish e um cartão pré-pago do Banco do Brasil com R$ 6 mil.

A maratona deste ano terá 48 horas e será disputada por 30 universitários, que se dividem em 10 equipes. As inscrições deste ano são gratuitas e ficam abertas até 30 de agosto no site oficial da BGS, aceitando estudantes de cursos de graduação, especialização ou pós-graduação, com idade igual ou superior a 18 anos. As equipes selecionadas para participar serão anunciadas no dia 2 de setembro.

Como nos anos anteriores, os participantes ficarão confinados em uma sala de vidro, onde dormirão e farão as refeições enquanto desenvolvem o seu game. A disputa poderá ser acompanhada em tempo real pelos visitantes da BGS.

A competição permite que os desenvolvedores exponham seu trabalho para um público de mais de 300 mil pessoas, e terá início às 15h de 9 de outubro -a BGS  vai de 9 a 13 de outubro, e vende seu 4º lote de ingressos até o fim desta quinta-feira (15).

 "Como maior feira de games do país, é nosso dever promover iniciativas que favoreçam e fomentem a produção nacional", diz Marcelo Tavares, fundador e CEO da Brasil Game Show, que classifica a competição como "em prol da educação tecnológica e criativa".