Beyoncé vai lançar coleção de roupas e sapatos sem gênero em 2020

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 13.09.2013: A cantora americana Beyoncé durante show no palco Mundo, no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro (RJ). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Beyoncé, 38, vai lançar uma coleção sem gênero de sua marca Ivy Park, que inclui sapatos, roupas e acessórios, segundo informou a Reuters. 

As criações da cantora chegarão às lojas no dia 18 de janeiro por meio da Adidas. As peças, em sua maioria, terão cores como marrom, laranja e creme.

A coleção foi destaque da edição americana da revista Elle, que mostra macacões, calças cargo, moletons e shorts de ciclismo.

A marca alemã de roupas esportivas anunciou que estava se unindo à cantora em abril para relançar a sua marca Ivy Park. A cantora é parceira da Adidas e da rede britânica Topshop desde 2016.

A grife de Beyoncé já foi acusada de usar trabalhadores em uma situação similar ao da escravidão, no Sri Lanka. De acordo com a reportagem do jornal The Sun, de 2016, os empregados recebem da empresa MAS Holdings, que produz as roupas, pouco mais de 900 rúpias (cerca de R$ 20) por dia.

"Nossa vida é basicamente dormir, trabalhar, dormir e trabalhar", disse uma das funcionárias ouvidas pelo jornal. "Essa é uma forma de escravidão", afirmou Jakub Sobik, da Anti-Slavery International, organização que combate o uso de trabalho escravo.

A marca se pronunciou alguns dias depois ao jornal britânico Independent. "Ivy Park tem um rigoroso programa de comércio ético. Estamos orgulhosos de nossos esforços contínuos em termos de inspeções e auditorias de fábrica, e nossas equipes em todo o mundo trabalham em estreita colaboração com nossos fornecedores e suas fábricas para garantir a conformidade."