Beth Goulart revê vídeos da mãe e chora de saudade: 'Queria ela aqui'

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Beth Goulart, 59, voltou a falar da mãe, a atriz Nicette Bruno, que morreu aos 87 anos vítima de complicações da Covid-19. "É difícil, viu? Tem dias que são difíceis. Tem dias que a saudade é muito forte. Ontem eu vi muitos vídeos da minha mãe. Relembrei nossa parceria e como nós éramos tão ligadas. Está chegando o meu aniversário. Queria muito que ela tivesse aqui comigo", começou. Em outro trecho do vídeo, a atriz diz que há dias em que queria ouvir a voz da mãe e ver seu sorrido de novo. A artista diz sentir falta da energia e da alegria que ela tinha. "Ela tinha essa inocência da criança. Isso é tão lindo. É o que tem de mais puro. A criança abre os olhos para a vida e não julga nada, não tem preconceito. Ela é leve e pura, e a senhora era assim, tinha a pureza dos anjos e das crianças. Estou com muita saudade", encerrou. Nicette Bruno morreu dia 20 de dezembro de 2020, por complicações da Covid-19. Ela estava internada na Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, desde 29 de novembro, dia em que sua filha, a também atriz Beth Goulart, pediu orações para a mãe. Por trás de sua longeva história no teatro e na televisão e da extensa galeria de personagens que formou em mais de 70 anos de carreira, reside a mulher determinada que tão cedo, antes da maioridade, produziu peças e administrou companhias. Filha de artistas, Nicette Xavier Miessa nasceu em Niterói e estudou piano na infância. Com quatro anos, participou de um programa infantil de rádio, sua estreia. Entre seus primeiros papéis no teatro, ainda na fase amadora, está Julieta, protagonista da peça "Romeu e Julieta", de William Shakespeare. O corpo da atriz foi velado na manhã desta segunda-feira (21) no Cemitério da Penitência, no Caju, no Rio. A cerimônia foi fechada a amigos e familiares. A cremação aconteceu por volta das 13h30.