Benefícios e desafios do home office

Home office permite maior flexibilidade para realizar os trabalhos (Getty Images)

Home office (trabalhar em casa) é uma modalidade de trabalho que ganhou relevância nos últimos anos, especialmente por conta do surgimento dos chamados nômades digitais: pessoas sem local fixo de trabalho, e que executam suas tarefas em diferentes partes do mundo por meio da Internet. Mas não só os nômades digitais têm adotado o home office. Profissionais liberais interessados em maior flexibilidade de tempo e praticidade de deslocamento em grandes cidades, buscam o home office.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Também algumas empresas estão percebendo que o trabalho remoto pode trazer benefícios e não apenas para o funcionário: 75% das organizações que já possuem trabalho remoto perceberam melhora na eficiência de processos e economia de recursos. Além, claro de 74% maior satisfação dos funcionários, de acordo com levantamento realizado pela Citrix em parceria com a Oxford Economics.

Mas como nem tudo são flores, selecionamos alguns prós e contras para você colocar na balança e entender se esse estilo de trabalho combina com você e se encaixa na sua rotina.

Leia também

Exercícios e ginástica no horário comercial

O trabalho remoto traz maior flexibilidade para profissionais, que geralmente são donos dos seus próprios horários – quando não precisam seguir regras de horários mesmo à distância. Neste caso, ao não ter um horário fixo de trabalho, é possível acordar, ir à academia e começar a trabalhar apenas depois do almoço. Ou adiantar tarefas e entregá-las antecipadamente para ter um dia de folga na semana, por exemplo.

Redução de custos

Para empresas que estão dispostas a oferecer esse benefício aos seus funcionários, o home office pode representar uma redução em custos fixos e de manutenção de espaço. Ou, ainda, dependendo da estrutura adotada pela empresa, ela pode optar por não ter um espaço físico e manter sua equipe inteira descentralizada, por exemplo.

Organize o tempo

Ao mesmo tempo que o trabalho remoto pode trazer uma flexibilidade e liberdade maior de horários, também pode trazer problemas. É preciso controlar o próprio tempo para não extrapolar as horas dedicadas ao trabalho e acabar negligenciando outras áreas da vida, como família e amigos. Ou, se você é um procrastinador compulsivo, suas entregas podem virar uma bola de neve sem fim.

Aumento da produtividade

Menos tempo para deslocamentos é uma boa vantagem (Getty Images)

Mas, o trabalho remoto também pode trazer aumento na produtividade. Isso se dá porque a modalidade de trabalho também está atrelada à qualidade de vida: menos tempo perdido em trânsito, mais tempo dedicado a uma atividade que traz maior satisfação ao funcionário. Então, você sendo PJ ou contratado de uma empresa, a dinâmica de mais tempo livre é válida.

Organização e planejamento

Sabe aquele ditado que diz que "maior a liberdade, maior a responsabilidade"? Muitas pessoas que trabalham nesse regime não estão atreladas a uma empresa no modelo CLT. Nesse sentido, o trabalho está intimamente atrelado à entrega. Assim sendo, você é dono do seu tempo, mas precisa cumprir prazos e se organizar para garantir que tudo estará dentro dos combinados.

Isso se aplica à dinheiro, especialmente se você é Pessoa Jurídica, pois nem sempre vai ter clientes com contratos de longo prazo. Às vezes, o trabalho será mais pontual. Assim, terá aqueles meses em que você receberá muito menos do que outros. Ter a habilidade de se organizar financeiramente será imprescindível para dar conta sem passar aperto.

Meio home meio office

Uma prática que tem se tornado mais recorrente em algumas empresas, é oferecer pelo menos alguns dias de trabalho remoto aos funcionários – muitas vezes em dias como segunda ou sexta, devido ao trânsito. Isso, para muitas pessoas pode trazer o melhor dos dois mundos para quem não quer deixar o universo corporativo, mas tem um pouco mais de flexibilidade e qualidade de vida.