BBB21: Gil revela que sofreu homofobia na igreja: "Minha mãe quebrou a casa do bispo"

Durante o almoço do anjo no 'BBB21' neste domingo (4), Gilberto emocionou Fiuk e Juliette ao contar que já foi expulso da igreja após sofrer um ataque homofóbico. O economista afirmou que chegou em casa desolado, e que sua mãe o defendeu e chegou a ir até a casa do bispo tirar satisfações sobre o ataque.

"Mainha arrombou a casa do bispo, porque ele me expulsou da igreja uma vez. Não podia expulsar, mas quis dar uma de doido. Minha mãe falou: 'Ah, expulsou?!'. Pois ela foi lá, arrombou a casa dele, quebrou tudo e voltou, e disse que agora ele podia expulsar", riu o brother, que explicou que tinha 13 anos na época.

Leia também:

"Falaram que eu era uma mocinha. Tinha 13 anos. O bispo, em vez de ficar do meu lado, que sofria o preconceito, como muitos homens líderes religiosos ainda fazem, infelizmente, ficou do lado de quem fez a m***. Me chamaram de mocinha, de afeminado", lamentou Gilberto.