BBB19: as 5 falas mais preconceituosas de Maycon dentro da casa

No quesito polêmicas, Maycon só perde para a Paula no Big Brother Brasil 2019. Investigado por zoofilia e intolerância religiosa, o vendedor de queijos mineiro disparou diversas frases desrespeitosas em sua passagem até aqui pelo reality show.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

“Queria pedir desculpa para o Brasil inteiro se fiz ou falei alguma coisa que eles não gostaram. O que eu sou aqui dentro eu sou lá fora”, disse ele neste domingo (17), ao descobrir que está no paredão com Rodrigo e Tereza.

Abaixo, relembramos algumas das falas que ofenderam parte do público:

Machista

Como se não bastasse a admissão de zoofilia e a acusação de intolerância religiosa, Maycon também teve falas bastante machistas. Uma delas foi contra a emancipação feminina. “Para mulher é diferente. Acho que só deve sair de casa mesmo quando casar. Quando eu tiver minha filha, acredito que vai ser assim”, disse ele.

Homofóbico

No começo do jogo, Maycon cogitou votar em Gabriela por causa de um selinho que ela deu nas amigas Hariany, Paula e Hana. Dizendo que ela era “extremista”, Maycon comentou: “É que eu falei assim: ‘minha mãe deve estar vendo as paradas’. Mas eu não tô nem ai. Eupensei na minha mãe”, tentou se explicar Maycon.

Caso de Zoofilia

Maycon falou mais de uma vez que perdeu a virgindade com uma bezerra da sua fazenda. “Gritou beeeh”, chegou a dizer, fazendo troça do animal.

Maus tratos contra animais

Além de ter dito que perdeu a virginidade com uma bezerra, Maycon não se envergonha de ter machucado animais. “E bombinha? Já amarrou uma bombinha no rabo dele?”, questionou Rodrigo certa vez. “Claro que não”, Rodrigo respondeu. “Caraca, não teve infância?”, caçoou o mineiro.

Intolerância religiosa

Em uma festa, Maycon disse ter ficado assustado com a dança de Rodrigo e Gabriela, dizendo ter sentido uma energia diferenciada. “Estava comendo aqui nessa cadeira, de boaça. E estavam o Rodrigo e a Gabi… Eu olhei para os dois num sincronismo legal, juro por Deus que achei legal… Aí comecei a olhar e escutar uns negócios, tipo ‘não faça igual a eles’”, disse Maycon, citando Jesus em sua frase.