Ex-BBB Patrícia quer passar "coroa da rejeição" para Karol: "Vilã de verdade"

Amanda Caroline
·3 minuto de leitura
Será que Karol vai superar os 94,26% da cearense? (Foto: Rede Globo/Instagram @patricialeitteoficial)
Será que Karol vai superar os 94,26% da cearense? (Foto: Rede Globo/Instagram @patricialeitteoficial)

Patrícia Leitte, do 'BBB 18', detém o recorde de rejeição em Paredão triplo. A ex-sister foi a sétima eliminada da edição que consagrou Gleici Damasceno como campeã com 94,26% dos votos. A cearense carrega, desde então, o título de "rainha da rejeição" e está ansiosa para passar a coroa para Karol Conká.

Ao Yahoo, a influenciadora digital avalia o Paredão com Sarah, Nego Di e Fiuk e aposta na eliminação do humorista gaúcho, mas não acredita que ele consiga superar sua marca na decisão da próxima terça-feira (16). "Nego Di não vai assumir o meu posto, ele deve ficar entre 92% e 94%. Fiuk está apático no jogo e pode ser que haja uma divisão na votação por esse motivo", opina.

Leia também

Para ela, Nego Di errou ao se aliar com Karol e Lumena. "Não gosto dos comentários que eles fazem e da estratégia deles", diz Patrícia. A ex-BBB ainda o critica por se manter ao lado da cantora após fala sobre Juliette que foi considerada xenofóbica pelo público. Em conversa com outros participantes, Karol insinuou que é "mais educada" do que a paraibana Juliette por ter sido criada em Curitiba (PR). "Se você está perto de alguém que fala coisas muito pesadas, [a rejeição] respinga em você. Quando a Karol falou mal dos nordestinos, quem estava próximo dela 'comeu do mesmo prato'", dispara.

Patrícia espera que Nego Di reveja suas atitudes se for eliminado no próximo Paredão. "Acho que as pessoas têm que mostrar pra ele que quando você compactua com algo errado, você também está errando. Não pode se omitir, tem que ter posicionamento", comenta.

E a "rainha da rejeição" não vê a hora de se livrar do título que considera injusto. "Agora as pessoas sabem o que são vilões de verdade", alfineta. "Minha maior vontade é passar a coroa para Karol Conká, ela merece. Nego Di não chega nem perto dela. Ela não é simpática, se acha superior e merece, sim, um choque de realidade para que perca a soberba, que tenha humildade e os pés no chão. Ela precisa se desculpar, principalmente, com o nordeste e pelos abusos com o Lucas [Penteado, que desistiu do reality show na segunda semana de confinamento]", opina.

Cancelamento

Patrícia relembra o que sofreu depois que foi eliminada do 'BBB' e diz que chegou a ser comparada com Suzane von Richthofen. "Nenhuma rejeição é fácil. Imagine um país inteiro dizendo coisas que você não é, acusando você de ser 'do mal'... Me compararam com Suzane von Richthofen e ameaçaram minha família. Você acha que não é digno de viver e se sente perdido. Vejo tudo isso como abuso psicológico", conta.

Segundo ela, "haters" pediram desculpa pelos ataques no passado após as polêmicas de Karol Conká e outros participantes na temporada atual. "O 'trio mandinga' [grupo que era composto por Patrícia, Diego e Ana Paula no 'BBB 18'] era santo. Os 'haters' me pediram perdão porque reconheceram o que são vilões", finaliza.

Vote na enquete:

Veja mais: Karol Conká promete vetar Carla Diaz de Prova do Líder