É Disney que fala? Manu sai do 'BBB 20' como gênia do marketing e com prêmio em mãos

Manu Gavassi: a gênia por trás do próprio marketing (Foto: Reprodução/Instagram @manugavassi)

Quando o elenco do ‘BBB 20’ foi anunciado no distante mês de janeiro, parte do público fez a mesma pergunta: “quem é Manu Gavassi?” A galera das redes sociais, que cresceu junto com a artista de 27 anos, deu a resposta. “Ela faz de tudo”, disseram. Sim, a sister é cantora, compositora, atriz, influenciadora digital de moda e beleza, roteirista, escritora... Mas esqueceram de dizer que, acima de qualquer coisa, a jovem é uma girl boss das boas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Se engana quem pensa que Manu realmente enxerga o reality show como um “retiro espiritual”. A artista aceitou o convite para participar da experiência para vender seu principal produto: ela mesma — e montou uma estratégia digna de marqueteira. “Quando surgiu a possibilidade, ela teve receio de se expor. Mas falei ‘você deveria considerar, é algo que a gente busca há muito tempo’”, conta Felipe Simas, empresário de Manu Gavassi, em entrevista ao Yahoo.

“Estávamos atrás de uma plataforma para potencializar a visibilidade dela. Ela tem um potencial gigantesco e as pessoas ainda tinham uma percepção equivocada dela muito pautada na artista que estourou na adolescência. Manu cresceu, amadureceu e seria a oportunidade dela aparecer no horário nobre da Globo”, completa.

Leia também

Com o contrato assinado, Manu correu para criar conteúdo. Ela deixou uma série de fotos e vídeos inspirados na sua série ‘Garota Errada’, que foi lançada em 2018 no YouTube, para se comunicar com os fãs nas redes sociais. São reflexões, reações e desabafos para todas as situações que podem acontecer durante o programa — tudo com a cara dela, claro. Segundo Simas, a sister passou dois dias inteiros no estúdio gravando e outro apenas editando. O esforço resultou em cerca de 130 posts que são gerenciados por uma dupla de social media.

“Ela entrou segura no ‘BBB’, pois estava confiante em relação ao material que produziu. Manu sobe no palco e também pensa em tudo o que está por trás. Por isso eu a chamo de ‘Madonninha’”, brinca o executivo.

“Manu entendeu que a TV e a internet andam de mãos dadas. Uma mídia abastece a outra. E os jovens, que formam o seu público, sempre estiveram ligados aos assuntos que vão da moda à cultura pop, incluindo o formato de reality show”, analisa o professor Diego Oliveira, supervisor da área de Mídia e Inovação da ESPM-SP e diretor da consultoria Youpper Insights.

Um pequeno detalhe: o ideal é que a sister saia do reality com algum dinheiro no bolso porque ela bancou toda essa produção sozinha e ainda falta pagar os fornecedores, como o dono do estúdio. Temos certeza de que Manu não vai sair dessa no “preju”. Ela lançou mão de estratégias espertinhas para aumentar sua audiência e já coleciona alguns feitos. Abaixo, entregamos os detalhes do marketing da artista e o que o futuro pós-‘BBB’ lhe reserva. Spoiler: a sister está feita e o prêmio é o de menos!

Mais do que influenciadora, criadora

Os números falam por si só: os seguidores de Manu no Instagram triplicaram durante o programa. Hoje, com 12,5 milhões de fãs na rede social, é a terceira participante da história do ‘BBB’ com a maior quantidade de followers. Ela só perde para as icônicas Sabrina Sato (26,5 milhões) e Grazi Massafera (20,2 milhões). Para Thais Mara, diretora criativa da plataforma Youpix, a sister alcançou esse resultado por causa do planejamento digital. “Existe uma diferença drástica entre celebridade e criador de conteúdo. Manu se tornou creator ao longo dos anos, levou o que já é bem feito na internet para o mainstream e deve ser reconhecida por ter se planejado para o programa. Ela é muito bem assessorada e focada”, avalia a especialista.

A linguagem inspirada em memes, o olhar irônico e a estética que remete ao que é tendência no mundo estão tanto nas redes sociais quanto no dia a dia de Manu dentro do ‘BBB’. A estratégia de interligar esses dois mundos, de acordo com Oliveira, é ousada. “Isso só funcionou por ser a Manu, uma pessoa que enxergou o programa como business [negócio] e conseguiu ter coerência para se manter lá dentro. Foi um plano bem elaborado que se adaptou ao jogo. Ela preparou um conteúdo real que alavancou uma audiência orgânica”, pontua o professor.

Mas como a “fada sensata” quer se desligar do universo teen se continua falando como a maioria deles? Não são eles que se mobilizam para mantê-la na casa mais vigiada do Brasil? O empresário Felipe Simas garante que a ideia não é se afastar dos adolescentes, mas apresentar a Manu como uma mulher adulta, interessante e inteligente. “É o público teen que consome pop e não os descartamos de jeito nenhum. Ao mesmo tempo que ela conquistou as pessoas mais velhas, também é uma inspiração pra muitas meninas e as próximas gerações vão crescer apaixonadas por Manu”, explica.

E o falatório em torno da artista “mil e uma utilidades”, seja em relação aos seus passos no jogo ou ao conteúdo digital divertido, trouxe o hit ‘Planos Impossíveis’ de volta para as paradas (a música de 2010 apareceu no ranking TOP 50 Viral do Spotify Brasil no fim de janeiro) e um reconhecimento internacional. A artista foi apontada pela revista ‘Billboard’ como uma das mais populares das redes sociais no mundo inteiro. Uau! Dica do Yahoo para Manu: mantenha o inglês afiado, amiga, pois você já está até ajudando uma diva pop gringa.

“Raio manugavasser”

Manu foi atingida pelo “raio dualipatizador” no ano passado. Ela e Bruna Marquezine, além de outras famosas, pegaram emprestado o visual da cantora Dua Lipa e até viraram meme nas redes sociais. As amigas adotaram o cabelo curtinho, passaram a usar looks inspirados nos anos 80 e 90 e fazer fotos com poses blasé. Dentro do ‘BBB 20’, a sister conseguiu pagar a dívida que tinha com a artista inglesa: criou uma coreografia para o sucesso ‘Don't Start Now’, faixa do álbum ‘Future Nostalgia’, e fez a música de sua ídolo bombar ainda mais aqui no Brasil. Você, com certeza, já viu os brothers arrasando no passo do “tamborzinho”, não é mesmo?

Com um empurrão de Manu, ‘Don't Start Now’ é, atualmente, o único hit internacional no TOP 10 do Brasil no serviço de streaming de música Spotify, atrás apenas de ‘A Gente Faz Amor’, de Gusttavo Lima, e de ‘Liberdade Provisória’, da dupla Henrique & Juliano. Quer mais uma boa prova de que a dancinha elevou Dua Lipa nas nossas terras? O maior pico da música na plataforma de streaming depois do lançamento do novo álbum da artista em 27 de março foi no dia 11 de abril, quando Manu reuniu Rafa, Thelma e Babu para dançar junto com ela na festa Luau. Desde então, o hino pop é tocado cada vez mais por aqui e cresceu, em média, 14% no Spotify. Esse feito é para colocar no currículo, não?

Dua Lipa não é mal-educada e agradeceu o prestígio no ‘BBB’ da melhor forma possível: compartilhou uma performance dos brothers em sua conta no Twitter e ainda gravou uma apresentação em vídeo especial para a festa da última quarta-feira (22) que deixou Manu cho-ca-da. Que momento! A busca por Dua Lipa no Google Brasil aumentou em 750% com o agito em torno da live. Parece que, agora, elas estão quites.

A nova queridinha do Brasil — e das marcas

Antes de entrar na casa, Manu disse ao empresário que seria a campeã do ‘BBB 20’. Mas se ela não sair do confinamento com o dinheiro nas mãos, tudo bem, porque já conquistou seu principal objetivo. A artista fez do reality show seu palco, mostrou “who the fuck is Manu Gavassi” (“quem é a p* da Manu Gavassi”, em tradução livre) e, ame ou odeie, chega na reta final da experiência como o nome do momento.

Enquanto a sister aproveita os últimos dias na casa, sua equipe surfa a onda do sucesso fazendo bons negócios. Manu já tem filmes e até talk show encaminhados. O programa, inclusive, é tratado como segredo de estado. A série ‘Garota Errada’ também já foi roteirizada para outras plataformas e pode aparecer em breve em algum serviço de streaming. O executivo ainda conta que a turnê de shows ‘Cute But Psycho Experience’, que estava programada para começar em junho com ingressos quase esgotados no Brasil inteiro, foi adiada, mas já estudam produzir uma live com Manu durante a pandemia do coronavírus.

Além dos projetos audiovisuais a todo vapor, Manu também é o alvo número um das marcas. O mercado está pronto para suas ideias “diferentonas” e não vai faltar trabalho para ela, acredite. “Empresas de todos os segmentos estão interessadas nela, inclusive lojas de departamento. Vamos colocar tudo em cima da mesa para ela escolher quando sair”, explica o executivo. E sortudos são aqueles que fecharem um contrato com a artista, pois ela vende.

A Melissa afirma que uma sandália vermelha da marca, que bombou nas redes sociais recentemente por ser parecida com a “papete de R$ 9 mil” que ela usa na casa, é um sucesso de vendas desde fevereiro. “Percebemos uma movimentação considerável em torno do modelo e certamente associamos isso à ligação que o público fez entre os produtos”, declara a assessoria de imprensa da gigante dos calçados, que pensa em fazer novas parcerias com Manu. “Ela virou um grande veículo de mídia. As marcas vão se aproximar querendo criar narrativas e terão bons resultados se derem liberdade para Manu Gavassi criar”, opina Thais Mara, diretora criativa do Youpix.

Na quarentena, o tempo parece passar ainda mais devagar. Na próxima segunda-feira (27), que deve demorar alguns anos para chegar, saberemos se o bolo de “planos impossíveis” de Manu terá uma cereja no topo. Os haters podem até continuar odiando a jogadora e debochando do “mundo Disney” que construiu para si, mas a verdade é que ela pode (e deve!) rechear sua lista de profissões com o título de gênia do marketing.