BBB23: camarote menos estrelado e pipoca padrão será receita de sucesso?

Os 22 participantes da edição, entre famosos e anônimos, foram anunciados nesta quinta-feira (12)

Arte com os rostos de todos os participantes do BBB23 (Imagem: Gshow)
Arte com os rostos de todos os participantes do BBB23 (Imagem: Gshow)

Após meses de especulações até sobre o elenco Pipoca, foram revelados todos os 22 nomes que vão participar do BBB23. A lista, especialmente do Camarote, não trouxe surpresas. Mas trouxe personalidades pouco conhecidas ou que já não vivem seus auges na carreira artística.

É o caso de nomes com MC Guimê e Aline Wirley, do Rouge, que chegam ao programa sem grandes hits recentes. E de artistas como Marvvila e Fred Nicácio, ambos no início de suas trajetórias a nível nacional.

No grupo Pipoca, a falta de inovação está na repetição de padrões — ou cotas? — quase sempre presentes nas edições. Tem o agroboy, a gata sarada, a loira mediciner (insira aqui sua área de saúde preferida), o colírio da capricho... Para quem gosta de shippar casal, inclusive, a edição promete ser um prato cheio com tantos jovens solteiros e dispostos a "se jogar", como eles costumam dizer.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A surpresa aqui talvez seja a quantidade de padrões, pelo menos no aspecto físico. As fotos e vídeos já divulgados indicam que quase a totalidade dos "anônimos" é frequentadora assídua da academia.

De modo geral, esse elenco não atende aos apelos de quem se queixa da ausência de pessoas realmente preocupadas e necessitadas de dinheiro. Além dos já famosos, há anônimos que se relacionaram com artistas e casos de participante até com quase 800 mil seguidores no Instagram no momento do anúncio, o que não é pouca coisa na era dos influenciadores digitais.

Claro que fama na internet não abona dívidas, mas a possibilidade de firmar parcerias com marcas e fechar publis pode muito bem alavancar carreiras.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Por outro lado, essa escolha de elenco não significa repetir uma fórmula que já deu certo? Após três edições com celebridades, os artistas já sabem que têm muito mais a ganhar do que perder — Karol Conká e outros mostraram que o eventual cancelamento, por mais grave que seja, pode ser revertido. E os anônimos já conhecidos nas redes sociais não estariam dedicados a causar para obter ainda mais visibilidade? Afinal, todos sabem que quem cresce na web tem chance de garantir muito mais do que o R$ 1,5 milhão (talvez mais a partir desta edição) oferecido pelo programa.

Diversidade racial

Outro ponto a ser destacado é que a Globo parece disposta a mostrar que está atenta às pressões por mais representatividade na tela. Além das novelas que estarão no ar em 2023, o BBB também selecionou diversos famosos e anônimos negros para compor a edição de modo equilibrado.

Como aconteceu nas temporadas anteriores, a pauta racial deve ser abordada no programa, vide as acusações de racismo que já atingiram a empresária Giovanna Leão, participante da Casa de Vidro. Nota-se, no entanto, a ausência de outras etnias.