"BBB 22": Kerline revela troca de olhares com brother do Camarote

·2 min de leitura

E não é que a Farofa da Gkay continua rendendo? Durante participação "No Parquinho", do Yahoo!, Kerline Cardoso entregou que quase beijou um dos participantes do Camarote do "BBB 22", mais precisamente o velocista Paulo André Camilo.

Paulo André roubou o coração de Kerline (Foto: reprodução/Instagram)
Paulo André roubou o coração de Kerline (Foto: reprodução/Instagram)

"Gente, eu o vi na Farofa da Gkay! Fiquei apaixonada por ele, mas não rolou nada. Eu queria, mas ficou só na troca de olhares e tal. Depois, fiquei: ‘Meu Deus, que moço lindo, e eu não sei quem é, não sei o Instagram dele’", contou a primeira eliminada do "BBB 21".

"Aí, quando vi a chamada dele no 'BBB', eu fiquei: ‘Não acredito! É o moço da Farofa da Gkay! É o moço da Farofa da Gkay’". Enfim, ele é um gato, um superatleta, então ele já tem muito a oferecer para o jogo, já está ótimo", completou ela em seguida.

Nossos leitores, que não são nada bobos, aproveitaram o gancho para perguntar com quantas pessoas Kerline ficou ao longo da festa de Gessika Kayane, que durou três dias. “Só fiquei com três. Teve gente que beijou quarenta! Então, assim, está ótimo. Eu estou comportada, tranquilinha”, brincou. Confira a entrevista na íntegra abaixo.

Kerline se arrepende de ter deixado as redes sociais com familiares

"Não deixei nenhuma equipe. Não tinha dinheiro para bancar estrutura de marketing, não tinha dinheiro para bancar absolutamente nada, porque já entrei endividada, entrei com o intuito de ganhar dinheiro. Na minha família, meus pais, não tem ninguém que trabalha com internet. E isso me prejudicou muito", disse ela.

Kerline Caroso atribui rejeição no "BBB" a não contratar ADMs

A influenciadora contou que quando entrou deixou suas contas com os pais, que não entendiam como falar com os seguidores ou administrar as contas. “Não tem ninguém que trabalha com internet e isso me prejudicou muito. Um dos motivos de eu ter saído com uma porcentagem tão alta foram os equívocos causados pela minha família em relação a não saber como levar as redes sociais”, avalia.

"Não deixei nenhuma equipe. Não tinha dinheiro para bancar estrutura de marketing, não tinha dinheiro para bancar absolutamente nada, porque já entrei endividada, entrei com o intuito de ganhar dinheiro. Na minha família, meus pais, não tem ninguém que trabalha com internet. E isso me prejudicou muito", disse ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos